Palmeiras acerta com o Esporte Interativo para TV fechada, diz jornal

Montagem/Torcedores.com

O Palmeiras era o único dos clubes grandes do Brasil que ainda não tinha se decidido com quem fechar na “guerra” entre Globo e Esporte Interativo pela transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro entre 2019 e 2024. Na última terça-feira, o presidente Paulo Nobre informou, em entrevista à Web Rádio Verdão, que a proposta para passar as partidas do Alviverde em TV fechada já está nas mãos do canal do grupo Turner.

LEIA TAMBÉM:
Palmeiras negocia com Alejandro Guerra e deve ter SETE reforços para 2017
Bastidores: entenda como Palmeiras orquestrou “chapéu” nos rivais por Dudu em 2015
No Palmeiras, Alexandre Mattos faz apelo a Tite: “Dudu merece a seleção”
Baixa audiência da Globo em SP para jogos do Palmeiras não é por acaso; entenda

O jornal Lance! também traz a informação na edição dessa quarta-feira (mas como negociação já concluída entre Palmeiras e EI), assim como a repórter Ana Thais Matos, da rádio Globo/CBN, tinha dado em primeira mão no domingo durante transmissão de Verdão x Botafogo.

Na entrevista à Web Rádio, o presidente do Palmeiras revelou que a relação com a Globo continua cordial apesar de não ter acontecido a renovação do contrato.

Veja o que Paulo Nobre falou sobre o assunto:

“O Esporte Interativo entrou no Brasil e está se planejando para, a partir de 2019, entrar no mercado de TV fechada para valer. Com isso ele conversou com alguns clubes, inclusive com o Palmeiras. Quero deixar bem claro que a Globo foi extremamente respeitosa com o Palmeiras no processo. Obviamente ela tinha a preferência de fechar com o clube. Negociamos à exaustão, só que acabou não vingando dentro da Globo a proposta que nos contentaria. Mas em momento algum, ela retaliou ou nos pressionou para alguma coisa. Absolutamente nada.

Depois que não concluiu-se a negociação com a Globo, eu iniciei uma conversa com o Esporte Interativo e eles demonstram um interesse muito grande em ter o Palmeiras no seu grupo. Nossa proposta já está nas mãos do Esporte Interativo, e acredito que, em breve, receberemos uma resposta, ou positiva ou negativa.”

Nem Palmeiras nem Esporte Interativo confirmam o acordo, mas a expectativa é de que o Verdão receba na assinatura luvas de quase R$ 100 milhões, de forma parcelada. O Palmeiras, dessa forma, junta-se a Santos, Atlético-PR, Coritiba, Inter, Ponte Preta, Figueirense, Santa Cruz, Bahia, Ceará, Criciúma, Fortaleza, Joinville, Paraná, Paysandu e Sampaio Corrêa, outros que também fecharam com o canal em vez de renovar com a Globo.

EXPLICANDO…

Vale lembrar que o contrato entre Palmeiras e Esporte Interativo serve apenas para jogos em TV fechada. Por isso não interfere na agenda da TV aberta, nem do Premiere, canal por assinatura do grupo Globo.

As emissoras poderão transmitir apenas jogos em que tenham contrato com os dois times em campo. Nada impede que SporTV e Esporte Interativo no futuro façam acordos para conseguir passar jogos de clubes que acertaram com diferentes canais.

CONTAS NO VERDE

A assinatura do contrato com o Esporte Interativo fará com que o Palmeiras encerre a temporada com o orçamento elevado. Além dos R$ 100 milhões do acordo com o canal do grupo Turner, de forma parcelada, o clube tem tudo para receber da Globo R$ 17 milhões pela premiação de campeão brasileiro – conquista a taça com um empate diante da Chapecoense, no domingo – e mais R$ 11 milhões relativos à última parcela da venda de Gabriel Jesus ao Manchester City.

Em 2016, o Palmeiras apresenta superávit contábil de mais de R$ 77 milhões. Tudo isso deve permitir que o clube mantenha os salários e as contas em dia, e melhor: vá forte ao mercado para contratar mais reforços para o ano que vem. Até aqui, o clube fechou, nos bastidores, com o atacante Keno, os meias Raphael Veiga e Hyoran, e deve acertar também com Alejandro Guerra, armador do Atlético Nacional-COL, atual campeão da Libertadores.

CAMISAS DO PALMEIRAS



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.