Multicampeão pelo São Paulo relembra quando Leão o mandou embora do clube

Sao Paulo
Arquivo Histórico / saopaulofc.net

Convidado do Resenha ESPN deste domingo, o ex-lateral Junior falou sobre diversos assuntos no meio do futebol e dentre eles uma situação que viveu com Emerson Leão, no São Paulo. Na ocasião, ambos discutiram e o treinador chegou a mandá-lo embora, mas depois o jogador voltou e inclusive fez o técnico indicá-lo a outras equipes no qual foi trabalhar.

LEIA MAIS
FALCÃO DIZ QUE LEÃO O BOICOTOU NO SÃO PAULO E ROGÉRIO CENI FEZ LOBBY POR SUA VOLTA

Junior relembrou o entrevero que teve com Leão logo em seu início de trajetória no São Paulo, quando chegou no final da temporada de 2004.

“Quando eu cheguei no final de 2004 eu tive uma briga com ele lá. Porque em todos os jogos o Leão me tirava de campo e eu jogando bem. E aí ele me tirava e eu fui perguntar por que ele tava me tirando e tivemos uma discussão no vestiário”, contou. “Aí acho que faltavam quatro jogos para acabar o Brasileirão e aí ele falou assim ‘você pode embora, pode ir falar com a diretoria’. Falei ‘tranquilo’. Aí o Milton Cruz me ligou, o presidente me ligou, que era pra eu retornar para treinar e ficar tranquilo. Aí voltei, treinei, mas nem era relacionado. Aí nós saímos de férias e no retorno comecei a jogar a pré-temporada com ele, aí comecei a jogar bem aí ele deu entrevista e falou ‘Ah, o Junior foi lá e tomou um banho de sal grosso e voltou bem'”, completou Junior.

Nos anos seguintes a discussão, Junior e Emerson Leão se deram. Prova disso é que o treinador o indicou para os clubes em que foi trabalhar a contratação do experiente lateral.

“Aí depois, graças a deus, o tempo que passamos juntos ganhamos um Paulista, (o Leão) pegou um pouco da Libertadores, fomos muito bem. Aí depois ele me contratou para o Atlético-MG, pro Goiás depois”, finalizou Junior.

Graças a permanência de Junior no São Paulo, o lateral conseguiu ajudar a equipe a ser campeã da Libertadores, Mundial e tricampeão do Brasileirão em 2006, 07 e 08.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.