Mercado da bola 2017: Palmeiras tem interesse na contratação de Gustavo Scarpa

Gustavo Scarpa
Mailson Santana/Fluminense F.C.

Muito próximo de conquistar o título brasileiro – basta um empate com a Chaepeconse, no Allianz Parque, no domingo -, o Palmeiras segue, nos bastidores, cuidando do planejamento para 2017. Com a disputa da Libertadores, a diretoria quer montar o elenco rapidamente, assim como aconteceu no final da temporada passada, e com isso vários nomes surgem na pauta da diretoria. A bola da vez é o meia Gustavo Scarpa, revelação do Fluminense.

LEIA TAMBÉM:
WTorre frustra planos de Paulo Nobre em comprar estádio do Palmeiras
Torcedores do Palmeiras ironizam Lucas Lima na web: “Isso é tudo vontade de jogar no Verdão?”
Bastidores: entenda como Palmeiras orquestrou “chapéu” nos rivais por Dudu em 2015
Palmeiras acerta com o Esporte Interativo para TV fechada, diz jornal
Dirigente do São Paulo não descarta transferência de Michel Bastos ao Palmeiras

Na semana passada, o GloboEsporte.com trouxe a informação de que o Verdão manifestou interesse de contar com o jogador de 22 anos, que ainda não renovou seu contrato com o Tricolor das Laranjeiras. A reportagem do Torcedores.com confirmou com pessoas ligadas ao jogador de que o Palmeiras realmente sondou a situação do camisa 10, assim como outros clubes do Brasil. O mercado europeu também anda de olho no futebol de Scarpa.

Nem Palmeiras tampouco Fluminense confirmam oficialmente qualquer contato com jovem meia, que se tornou a grande referência do clube carioca após a saída de Fred no primeiro semestre, que se transferiu para o Atlético-MG. Peter Siemsen, presidente do Tricolor, alegou que a eleição no clube, marcada para o próximo sábado, dia 26, atrasa qualquer validação sobre uma possível renovação de contrato.

Scarpa tem vínculo com o Fluminense até dezembro de 2019 e é avaliado em 4 milhões de euros (cerca de R$ 14,3 milhões na cotação atual), de acordo com o site Transfermarkt. Vale lembrar que, nessa temporada, o Palmeiras trouxe o lateral Jean, que foi campeão brasileiro em 2012 com o Tricolor e era um dos grandes nomes do elenco carioca.

HISTÓRICO DE SUCESSO

O jogador chegou às Laranjeiras em 2012 para compor as categorias de base, mas acabou emprestado ao Desportivo Brasil (SP) para ganhar experiência.

Em 2014, o jogador foi utilizado pela primeira vez entre os profissional do Fluminense sob o comando de Cristóvão Borges. Após meio período emprestado novamente, mas agora ao RB Brasil, Scarpa voltou de vez ao Tricolor, onde se firmou como titular e camisa 10.

Em 102 jogos pelo Fluminense, Gustavo Scarpa marcou 20 gols e se destaca como um jogador com técnica apurada na bola parada (raridade hoje em dia no futebol brasileiro) e também nas assistências aos companheiros, isso sem falar na categoria e frieza quando sai frente a frente com os goleiros rivais. No Campeonato Brasileiro, o meia é o vice-artilheiro do Fluminense com 8 gols, um atrás de Cícero.

Além de Scarpa, o Palmeiras também tem interesse no meia venezuelano Alejandro Guerra, do Atlético Nacional-COL, atual campeão da Libertadores. Outro do time colombiano que está na boca de todos na Academia é o atacante Miguel Borja, artilheiro do clube na temporada.

O Palmeiras já acertou (sem confirmação oficial do clube) com três jogadores para 2017 – os meias Hyoran, da Chapecoense, e Raphael Veiga, do Coritiba, além do atacante Keno, do Santa Cruz.

Apesar de o valor ser considerado alto para os padrões do futebol brasileiro, não é algo totalmente fora da realidade para o Palmeiras, que tem na parceira Crefisa uma boa “carta na manga”. Não custa lembrar que, em 2015, desembolsou os mesmos R$ 40 milhões para trazer Lucas Barrios ao clube, isso sem falar nos salários e luvas do jogador que chegam a quase R$ 1 milhão ao mês.

POR QUE É POSSÍVEL?

No começo do mês, foi noticiado que a Crefisa tinha pretensão de ajudar o clube alviverde com mais reforços de peso também em 2017, temporada em que o Palmeiras entrará mais forte na disputa da Libertadores. A competição sul-americana, agora, não será mais realizada até o meio do ano, mas até novembro, o que faz com que o planejamento do elenco seja mais criterioso.

Se confirmar o título brasileiro neste domingo, certamente o Palmeiras será o alvo da Europa e China, assim como foi com o Corinthians no começo do ano, e por isso clube e patrocinadora precisarão agir para evitar perder atletas ou mesmo repor com a mesma qualidade.

No Palmeiras, Scarpa certamente chegará para ser titular, assim como acontece no Fluminense, é verdade, porém para jogar a Libertadores, torneio que o clube carioca não irá disputar em 2017. No começo da temporada, o Tricolor acertou a venda do lateral Jean para o Verdão para enxugar a folha salarial após a saída da Unimed.

Jean pode ser um novo trunfo do Palmeiras para convencer Scarpa a trocar o Rio por São Paulo. Como o Fluminense tem 45% dos direitos econômicos do meia, ficaria com R$ 18 milhões na venda do jogador.

Pois bem, força o Palmeiras tem em campo. Nos bastidores também, com o diretor de futebol Alexandre Mattos, que pode muito bem convencer os cariocas a negociarem por um valor menos “salgado” (em 2015, o meia Gerson se transferiu para a Roma por 16 milhões de euros, o que dá aproximadamente R$ 43 milhões).

Já Jean pode fazer, literalmente, o meio de campo. E a Crefisa, pode dar aquela “forcinha” econômica. Não parece tão impossível assim, torcedor palmeirense. Talvez o camisa 10 esteja mais perto do que nunca da Academia de Futebol.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.