Mercado da bola 2017: Gabriel vê renovação estagnada com o Palmeiras

Palmeiras
Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Utilizado por Cuca no segundo tempo de jogo contra o Botafogo, o volante Gabriel falou após a partida, que terminou 1 a 0 para o Palmeiras, que seu processo de renovação foi adiado. A informação foi confirmada pelo repórter Rafael Jacobucci, do Torcedores.com, que esteve presente no Allianz Parque.

LEIA TAMBÉM:
VÍDEO: Lesionado, Mina sai de campo chorando e comove torcida do Palmeiras

No Allianz Parque, torcida do Palmeiras vibra com gol do Cruzeiro sobre Santos; assista
Palmeiras 1×0 Botafogo: confira as notas dos jogadores do Verdão
Opinião: Palmeiras passa pelo Botafogo como futuro campeão e com futebol vistoso

Com a proximidade do título brasileiro, que poderá vir na semana que vem com o jogo diante da Chapecoense, também em sua arena, o Palmeiras deixou para depois o assunto. O camisa 18 tem contrato com o Verdão até dezembro. “Chance de renovar, de 0 a 10, seria 7”, disse Gabriel, que tem seus direitos econômicos vinculados ao Monte Azul (SP).

A tendência é que o Verdão concretize a transação pelo carinho que Gabriel tem da torcida e, principalmente, por sua importância no meio-campo do time. Depois de uma excelente atuação em 2015, o volante sofreu grave lesão no joelho e só voltou neste ano. Entretanto o jogador amargou contusão na coxa e ficou parado quase dois meses.

Nos bastidores, fala-se que o Palmeiras vai assinar um novo contrato por cinco temporadas na Academia de Futebol. A cláusula de compra de 100% do passe do meio-campista estava estipulada em R$ 14 milhões, mas o Verdão irá pagar bem menos do que isso para mantê-lo: R$ 5 milhões.

À reportagem, Gabriel fez questão de negar qualquer procura do Corinthians de Oswaldo de Oliveira, técnico que o trouxe para o Verdão, no fim de 2014.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.