Mercado da Bola: Sevilla estuda envolver Ganso em uma troca para contratar Pratto

Ganso e Lucas Pratto
Montagem. Fotos: Reprodução Twitter e Divulgação/Atlético-MG

O argentino Lucas Pratto, atualmente no Atlético-MG, tem despertado o interesse de clubes brasileiros e internacionais, que pretendem contar com o atacante em 2017. Um destes times é o Sevilla, de Espanha, que parece que não vai medir esforços para contratar Pratto. Nesta sexta-feira, 25, o ‘Diário As’ noticiou que o clube, treinado por Jorge Sampaolli, estuda envolver o meio-campo brasileiro Paulo Henrique Ganso na negociação com o Galo.

De acordo com a publicação, o técnico argentino admitiria ceder o ex-jogador de Santos e São Paulo para contar com seu compatriota na próxima janela de transferências, no início de Janeiro de 2017.

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA: CONFIRA UM RESUMO DAS NEGOCIAÇÕES DO PALMEIRAS PARA 2017

O jornal espanhol relatou que o alto ritmo de jogo do futebol do país supõem dificuldades para a adaptação de Ganso, que foi contratado graças a sua visão de jogo e sua capacidade de associação ao ataque. Já a aposta pela contratação de Pratto, se ‘moldaria’ pela necessidade do Sevilla reforçar o ataque, visto que o mesmo é um setor debilitado da equipe.

A direção do Atlético-MG sinaliza ter a intenção de negociar o jogador desde o segundo semestre deste ano, mas, apesar disso, nenhuma proposta convincente chegou até o presidente Daniel Nepomuceno.

No time Rojiblanco desde agosto de 2016, quando deixou o São Paulo, Ganso já foi titular em 5 oportunidades e entrou ao decorrer de quatro jogos, mas ainda não balançou as redes.

Nos últimos dois jogos da Seleção da Argentina, Lucas Pratto foi o escolhido pelo técnico Edgardo Bauza para ser titular, deixando Higuaín, artilheiro do último Campeonato Italiano, no banco de reservas.

Em 2016, o atacante, que disputa posição no time titular com Fred, já disputou 46 partidas (18 do Brasileirão, 10 da Libertadores, 10 do Campeonato Mineiro, 7 da Copa do Brasil e 1 da Primeira Liga) com a camisa do Atlético-MG e marcou 19 gols (6 no Mineiro, 5 no BR16, 4 na Libertadores e 4 na Copa do Brasil).