Beting conta conversa que teve com jogadores do Palmeiras antes do “jogo do título”

mauro beting palmeiras
Crédito da foto: Reprodução/ Twitter

Que Mauro Beting é palmeirense, todos já sabem. O jornalista é famoso por seus textos, sempre muito emocionados, sobre seu clube de coração. Desta vez, na véspera do possível jogo do título do Campeonato Brasileiro, não foi diferente.

Beting fez uma publicação no seu Instagram sobre a data antes do confronto. Ele relembrou o que fez no dia 11 de junho de 1993, véspera do título do Campeonato Paulista, contra o Corinthians, que também encerrou um longo jejum sem taças do Verdão.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS É CAMPEÃO PAULISTA SUB-15; SANTOS FICA COM O VICE
GALISTEU GARANTE QUE FARÁ STRIP SE VERDÃO FOR CAMPEÃO: “PELO PALMEIRAS VALE TUDO”

No texto, o jornalista também conta o que fez ontem, antevéspera do duelo contra a Chapecoense, válido pela 37ª rodada do Brasileirão, e que pode garantir o troféu ao Alviverde.

Confira:

11 de junho de 1993. Véspera do fim de fila. Quando o gol dos outros era menor que esse ao meu lado. Neste mesmo campo conversei nesse mesmo canto com António Carlos Zago. Ele me disse: “vamos golear no tempo normal, vamos vencer na prorrogação”. 25 de novembro. Antevéspera de talvez o final do jejum brasileiro. Conversei com vários jogadores e membros da comissão técnica. Todos confiantes. Não prepotentes. Ninguém canta vitória. Nem derrota. Canta apenas que é Palmeiras até vencer. O que será amanhã eu não sei. Mas sei que espero estar nos próximos 23 anos de novo neste campo numa véspera de decisão. Sem tanta fila. Mas com a mesma paixão de fazer jornalismo e ser Palmeiras. Não necessariamente nessa ordem.

Uma foto publicada por Mauro Beting (@maurobetingoficial) em



Paulistano, estudante de jornalismo, 19. Foi estagiário do Torcedores.com.