Locutor do Allianz Parque diz qual jogo mais emocionante que trabalhou no estádio

Allianz Parque
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

O Allianz Parque é um grande ponto de encontro dos torcedores do Palmeiras e um deles se tornou uma pessoa muito conhecida para quem acompanha os jogos na nova casa alviverde.

LEIA MAIS:
LOCUTOR DO ALLIANZ PARQUE RESPONDE CRÍTICA DE JORNALISTAS

Marcos Costi é jornalista e nos dias de jogos do Palmeiras se torna o locutor oficial do Allianz Parque. O profissional é quem fala as escalações, as substituições que acontecem durante a partida e narra os gols com o sentimento que qualquer torcedor tem para com o seu clube de coração.

Costi criou alguns bordões que são utilizados pelos torcedores do Palmeiras, como “Na minha casa mando eu” e nos gols do alviverde como mandante, é quase instantâneo ouvir nas cadeiras o “Tá la dentro”, jargão utilizado pelo jornalista.

Confira um bate-papo exclusivo da “Voz do Allianz Parque” com o Torcedores.com

Como você se tornou o locutor do Allianz Parque?
Resposta: Sou sócio do clube e sempre deixei claro essa minha vontade. Achava que poderia ser feito de maneira mais autêntica. Participando da vida social do clube, alguns amigos viraram conselheiros e que me levaram a diretores. Quando teve a oportunidade eles me perguntaram sobre a possibilidade e eu disse que sim.

Qual foi o dia mais feliz e o mais triste que você teve dentro do Allianz Parque?
Resposta: O mais feliz foi a conquista da Copa do Brasil. De repente eu me vi dentro do campo comemorando com os jogadores como um sonho de criança realizado; sem dúvidas é o mais feliz. Um dia mais triste não tem. O Allianz Parque é um lugar de alegria, teve momentos que eu sai com raiva mas tristeza não. O Palmeiras é muito grande para deixar triste.

Qual foi o jogo mais emocionante que você trabalhou no Allianz Parque?
Resposta: A final da Copa do Brasil foi o mais emocionante, porque existia a possibilidade de ser campeão. Em contrapartida, o primeiro que eu fiz foi contra o Atlético-PR, que o Palmeiras poderia cair para a segunda divisão. Os clássicos também são emocionantes; contra o Corinthians por si só já é repleto de emoções históricas. É muito difícil mencionar um jogo, acho que fico com esses três.

Aceitaria ser locutor de jogos de outros clubes?
Resposta: Em hipótese alguma! Talvez da Seleção Brasileira seria uma honra, mas de outro clube não. Não tenho profissionalismo para fazer jogo de outro time.

Qual foi o gol mais bonito que você narrou?
Resposta: O primeiro gol do Robinho em cima do Rogério Ceni. Uma pintura a altura do Allianz Parque, sem dúvidas é o mais bonito.

Palestra Itália ou Allianz Parque?
Resposta: Sabe quando você é criança e te perguntam se você gosta mais da sua mãe ou do seu pai? É isso. O Palestra foi a minha casa por quase 30 anos, como a casa dos pais, que você tem o lugar para sentar, que você conhece a rachadura. O Allianz é a minha casa, quando você cresce e compra o próprio apartamento, com a sua mobília. A tecnologia e a estrutura não se comparam; hoje não pode nem comparar. O Allianz trouxe coisas boas ao Palmeiras e o velho Palestra passou, está no coração com um carinho imenso.

Qual jogador você ainda deseja narrar um gol no Allianz Parque?
Resposta: Tive o prazer de no último dia 12 de junho fazer o gol do Evair com ele batendo in loco igual o de 1993. Seria legal fazer um gol do São Marcos, fiz um do Edmundo, fiz do Ademir da Guia, já posso morrer (risos). Um grande sonho que eu tenho é do Pirlo vestir a camisa do Palmeiras e só de fazer a escalação dele com a camisa 21 seria um sonho.

Qual o melhor time do Palmeiras que você viu jogar?
Resposta: Acho que o de 1994. O de 1996 encantou demais, foi o futebol mais bonito sem dúvidas, o do Felipão de 1999 foi o mais competitivo, mas o de 94 era um absurdo. O time de 93 era um esquadrão e o de 94 foi ele melhorado, era certeza de que o Palmeiras venceria.

Qual seria a sua escalação do “melhor Palmeiras de todos os tempos”?
Resposta: Marcos, Cafu, Antonio Carlos, Cleber e Roberto Carlos. Cesar Sampaio, Mazinho, Alex e Rivaldo. Edmundo e Evair. Se der eu coloco o Djalminha no segundo tempo no lugar do Alex, pode ser? (risos).

Acredita que o Cuca pode ser um dos principais técnicos da história do Palmeiras se vencer o título e permanecer para as próximas temporadas?
Resposta: Como eu disse, acredito que irá vencer o Brasileiro, mas mesmo que por um desastre isso não aconteça, ele ficando por 3 ou mais temporadas, ele irá entrar pra galerias dos grandes técnicos da Eterna Academia de futebol, Tenho certeza absoluta disso!

Quanto será o jogo contra a Chapecoense e quem marca o gol do título?
Resposta:Espero que seja uns 3 ou 4 a 1. Se for 1 a 0 será gol do Vitor Hugo!



Estudante de jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo e estagiário do Torcedores.com.