Lavezzi é acusado de usar drogas em hotel; Messi rompe com a imprensa

Foto: Reprodução

A seleção argentina venceu a Colômbia nesta quarta-feira, por 3 a 0. Entretanto mesmo com a boa vitória a crise parece não ter fim, principalmente depois da declaração de Messi após a imprensa argentina ter acusado Lavezzi de ter fumado maconha na concentração.

LEIA MAIS

FLAMENGO 121 ANOS – RELEMBRE TODOS OS ESCUDOS DA HISTÓRIA DO FLAMENGO

BRASIL X ARGENTINA: A IMPORTÂNCIA DESTE CLÁSSICO NA VIDA DE UM JORNALISTA

ATACANTE DA SELEÇÃO CHAMA MINEIRÃO DE ‘TOCA III’ E LEVA CRUZEIRENSES AO DELÍRIO

O momento da Argentina nas Eliminatórias para a Copa do Mundo não é dos melhores e parece que tem tudo para piorar. Mesmo após a vitória contra a Colômbia, nesta quarta-feira, por 3 a 0, apareceu outra crise para ser superada. Após repercussão da imprensa de que Lavezzi teria sido barrado na convocação por ter fumando maconha na concentração, o capitão Lionel Messi abriu o jogo sobre a situação.

A acusação teria sido feita pelo jornalista da Radio Mitre, Gabriel Anello, que afirmou por meio do Twitter que o atacante argentino teria fumado maconha dentro da concentração e este teria sido o principal motivo para que Lavezzi não fosse convocado nem para o banco de reservas para a partida contra a Colômbia.

 

Após o término da partida contra a Colômbia, Messi aproveitou o fato de ser capitão da equipe e deu uma coletiva de imprensa falando que a partir desta acusação toda a relação com a imprensa argentina seria cortada e não conversariam mais com ela. O jogador afirmou o corte da relação com a imprensa ao lado de todos os 26 jogadores da seleção argentina. “Preferimos estar assim, dar a cara antes de dar o comunicado, como já sabem, porque se sabe de tudo aqui, estamos aqui para comunicar que tomamos a decisão de não falar mais com a imprensa por causa de falsas acusações e falta de respeito (…)“, afirmou Messi.

O argentino acrescentou: “A gente já sofreu com muita falta de respeito e não vamos mais tolerar. O que falaram do Lavezzi é gravíssimo. Lamentamos por tomar essa atitude, mas é o que a gente precisa fazer. Vocês podem falar se jogamos mal, jogamos bem, mas falar da vida pessoal de cada um a gente não vai tolerar

 

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO
Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016
Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016