10 vezes que a imprensa errou contra o Palmeiras

Palmeiras
Crédito da foto: Reprodução/Twitter

O Palmeiras lidera o Brasileirão com 74 pontos, seis a mais que o Santos, com 68, segundo colocado. Por conta da diferença, um empate neste domingo contra a Chapecoense garante o título brasileiro ao Verdão. A imprensa sabe disso e já crava o clube campeão de 2016. Mas será que foi sempre assim?

Cuca e seus comandados não jogam o mesmo futebol vistoso da 1ª ou da 2ª Academia, tampouco repetem a campanha incrível dos comandados de Luxemburgo em 1996. Mas possuem muita qualidade técnica e uma regularidade neste campeonato tão difícil, façanha que outros clubes não conseguiram.

LEIA MAIS
Gabriel Jesus sobre o City: “estou doido para trabalhar lá o mais rápido possível”
Globosat faz confraternização no Allianz Parque antes da “decisão”

Grande parte da imprensa brasileira, mesmo diante da liderança constante do Verdão no Brasileirão, insistia em enxergar mais defeitos do que virtudes no time alviverde. Na história do copo, sempre a metade vazia era a que contava. Hoje com o título iminente, o discurso mudou. Mas o Torcedores.com relembra agora 10 vezes em que alguns profissionais e veículos de imprensa erraram em suas análises sobre o Palmeiras.

“O PALMEIRAS JOGA FEIO”

Como já mencionado, o time de 2016 não joga igual às máquinas alviverdes do passado, mas trabalha o suficiente para bater os outros 19 clubes da série A, inclusive os favoritos de muitos da imprensa, Flamengo e Atlético-MG. A regularidade nos pontos corridos fez a diferença para o Verdão.

“PIOR CAMPEÃO DOS PONTOS CORRIDOS”

Quando o Palmeiras encaminhava a conquista, muitos jornalistas comentaram que a campanha do Verdão era a pior, ou até mesmo que seria a pior na história desta forma de disputa. Erraram mais uma vez. Os 74 pontos do Verdão estão bem a frente dos 67 pontos conquistados pelo campeão Flamengo, em 2009. Ah, e ainda restam duas rodadas em 2016.

“O FLAMENGO CHEGOU PERTO E O PALMEIRAS NÃO VAI RESISTIR”

Mais uma vez, não foi o que aconteceu. O Flamengo encostou sim, mas o Verdão espantou o “cheirinho” dentro de campo com seu bom futebol. Os cariocas que acabaram ficando pelo caminho e hoje sequer possuem chances matemáticas de brigar pelo título nacional.

“O PRESIDENTE DA CBF É PALMEIRENSE”

Aqui a imprensa não errou. Marco Polo Del Nero, de fato, é torcedor alviverde. Mas o sentido que muitos quiseram dar com essa “informação” é que não serviu de nada. Del Nero, mesmo sendo conselheiro do clube, sequer aparece nas alamedas do Palestra Itália. Tal favorecimento implícito neste comentário nunca ocorreu.

“O PALMEIRAS DE 2016 PERDERIA PARA O CORINTHIANS DE 2015”

E o Corinthians de 2015 perderia para o Palmeiras de 1993/1994? Não tem como saber. Por que? Porque se trata de suposições! Mais uma tentativa, digamos, “desesperada”, de alguns para minimizar a força desse atual elenco alviverde. Não colou e nem vai colar.

“PALMEIRAS COMPROU O MANDO DE CAMPO DO AMÉRICA”

Os times são livres para mandar os jogos aonde quiserem. Esse é um fato. Mas tal afirmação da imprensa direcionava ao fato do estádio em Londrina ter mais palmeirenses do que americanos. Ué, mas contra o Flamengo, o Coelho também mandou fora do Horto (estádio em que alguns jornalistas argumentavam que o time tirava ponto dos grandes) e lotou o Mineirão de flamenguistas, praticamente 95% dos torcedores presentes eram rubro-negros. Deu na mesma.

“SEM PRASS, O PALMEIRAS NÃO VAI AGUENTAR”

Não vai, né? De fato, o reserva imediato do goleirão alviverde, Vágner, está aquém do time como um todo, mas o 3º goleiro, Jaílson, deu conta do recado. Tanto é que ainda está invicto nesta campanha do Verdão e até já renovou contrato com o Palmeiras. O time não só aguentou como revelou mais um goleiro para o futebol.

“O PALMEIRAS SÓ USA O CUCABOL”

O Palmeiras marcou 59 gols neste brasileirão, nem todos originários de cobranças de lateral de Moisés. Aliás, desde que o Verdão passou a se dar bem nessa jogada, outros clubes arriscaram imitar tal cobrança direta para a área adversária. O Verdão pode até não ser brilhante, mas possui o segundo melhor ataque da competição também por outras jogadas e qualidade individual de seus jogadores.

“TORCIDA DO PALMEIRAS DESTRUIU O AEROPORTO”

Mas a do Flamengo fez história, certo? A diferença de tratamento para os torcedores do Palmeiras em relação aos rubro-negros foi evidente, tanto que o meia Moisés repercutiu ao vivo em uma das emissoras questionadas. A legalidade do ato pode e deve ser questionada para todas as torcidas, mas a forma de tratamento por parte de alguns veículos de imprensa e jornalistas foi muito diferente.

“O PALMEIRAS SÓ LIDERA PORQUE A TABELA É FÁCIL”

Ué, mas todos os times possuem os mesmos adversários o ano todo! Além disso, o Verdão teve uma sequência, digamos, “ingrata” no início de cada turno, jogando contra São Paulo, Grêmio, Flamengo e Corinthians. No primeiro turno, conseguiu nove pontos em 12, perdendo apenas do tricolor e vencendo os outros três. Já no returno, oito pontos em 12, triunfando contra São Paulo e Corinthians, empatando com os rubro-negros e tricolores do Sul.

BÔNUS!!!

“O Palmeiras sentira a pressão de 2009”, disseram alguns. Não sentiu. Aquele Verdão do passado descarrilhou e perdeu um campeonato que estava em suas mãos, mas o time de 2016 não só é diferente, melhor, como aprendeu com os erros do clube no fatídico ano. Tal fato serviu como alerta para os jogadores, não como uma nova pressão.

Foto: Reprodução / Twitter