Ídolo do Galo diz que Marcelo Oliveira irá mais longe como treinador do que foi como jogador

Bruno Cantini/ Flickr oficial do Atlético/MG

Apesar da incessante chuva que cai em Belo Horizonte, o clima é de grande expectativa para a primeira partida da decisão da Copa do Brasil. Um dos grandes ídolos do Galo, Reinaldo não titubou ao falar de Marcelo Oliveira, atualmente treinador do Atlético-MG. Inclusive, o ex atacante se mostrou bastante firme ao afirmar que o amigo será melhor técnico do que jogador.

LEIA MAIS:

Desde 2012, Caixa aumentou a verba de patrocínios a clubes em R$ 87 milhões

Confira a parcial de venda de ingressos para a primeira partida da decisão da Copa do Brasil

“O Marcelo foi um grande jogador, inclusive com passagem pela Seleção Brasileira. Mas como técnico ele chegará mais longe. Se você pegar, por onde ele passou formou grandes times e chegou em finais, além de ganhar muitos título. Ele sempre faz elencos que é bom de se ver jogar”, analisou Reinaldo em entrevista ao Seleção Sportv, se referindo as finais da Copa do Brasil que o treinador chegou à frente do Coritiba, a conquista do torneio pelo Palmeiras, além do bicampeonato do Brasileirão com o arquirrival Cruzeiro.

Em análise sobre a primeira partida da final, Reinaldo acredita que o Atlético-MG irá jogar para frente desde os primeiros minutos e que está é a estratégia para o alvinegro abrir vantagem diante do Grêmio.
“O Atlético tem um bom time e com certeza vai pressionar desde os primeiros minutos. Essa chuva pode atrapalhar um pouco, tornado o jogo mais difícil, mas acredito que o Galo vá jogar pra frente sim”, complementou Reinaldo em entrevista ao canal esportivo.

Segundo levantamento do Futpédia, Atlético e Grêmio se enfrentaram em 58 oportunidades em campeonatos oficiais, sendo 21 vitórias dos gaúchos e 19 dos mineiros, sendo que em 18 oportunidades o duelo terminou empatado.

Enquanto o Tricolor Gaúcho marcou 69 tentos, o Galo fez 58. Nesta temporada, o Grêmio venceu o Atlético por 3 a 0 no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Já no segundo turno, na Arena, o duelo terminou empatado por 1 a 1.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.