Identificado com o Inter, técnico do Coritiba diz que seria “ótimo” ajudar o clube

Coritiba
Foto: Divulgação/Coritiba

O Inter já não depende mais de si para permanecer na elite do futebol brasileiro. Além de precisar fazer os seus resultados, o clube gaúcho precisará torcer por tropeços do Vitória, que ainda encara Coritiba, fora de casa, e Palmeiras, no Barradão. Mas, no que depender do desejo e da vontade de Paulo César Carpegiani, técnico do Coxa, o Inter pode manter suas esperanças em alta.

Gaúcho do município de Erechim, Carpegiani nunca escondeu o vínculo que tem com o Inter, clube pelo qual brilhou como jogador na década de 70 participando do bicampeonato brasileiro de 1975 e 1976. Na próxima segunda-feira, o Coritiba recebe o Vitória, no Couto Pereira, e o técnico não esconde que uma vitória do seu time teria um gostinho especial.

LEIA MAIS:

Inter descarta desmanche no elenco mesmo se cair para a Série B

“Vamos tentar buscar a vitória. Se favorecer o Internacional, seria ótimo. Independente do que o Inter está passando. Vocês sabem o carinho que eu tenho pelo Inter”, resumiu o técnico do Coritiba, em entrevista à Rádio Grenal.

Na matemática dos colorados, um tropeço do Vitória no jogo diante do Coxa é fundamental para manter vivas as esperanças da permanência na Série A. Os baianos têm três pontos a mais que o Inter, que só tem mais duas rodadas para reverter esse quadro e evitar aquela que seria a sua primeira queda. Carpegiani lembra que o Coritiba ainda tem aspirações no Brasileirão.

“Nós entramos sempre para vencer. Futebol precisa de dignidade. Se eu estivesse do outro lado gostaria da mesma postura. Nós ainda queremos alguma coisa no campeonato. Temos a busca por uma vaga na Sul-Americana”, projetou o ex-colorado.

No pior cenário possível, o Inter pode ser rebaixado já nessa rodada e apenas cumprir tabela contra o Fluminense no último jogo. Para isso, seria necessário perder para o Cruzeiro neste domingo e ver o Vitória empatar com o Coritiba, no Paraná, na segunda-feira. No caso de um empate colorado com os mineiros, os baianos rebaixam o Inter se vencerem no Couto Pereira. Se depender apenas de Carpegiani, no mínimo o Inter vai vivo para a última rodada.

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.