Galisteu garante que fará strip se Verdão for campeão: “Pelo Palmeiras vale tudo”

galisteu palmeiras
Crédito da foto: Reprodução/SporTV

Os palmeirenses estão ansiosos pelo título do Campeonato Brasileiro de 2016, que pode vir neste domingo. Entre eles, está Adriane Galisteu. A apresentadora é torcedora do Palmeiras e já participou, inclusive, de vários eventos do clube. Em maio deste ano, ela fez uma promessa ousada em caso de conquista alviverde.

Durante o programa Extraordinários, do Sportv, Galisteu topou fazer um striptease se a taça viesse para o Verdão, assim como fez Maitê Proença quando o Botafogo conseguiu o acesso à Série A, no ano passado. “Eu venho, eu venho que nem a Maitê. Se o Palmeiras for campeão, vocês vão fazer que nem a Maitê, né? Botar umas faixas, tarjas… tarja preta […] Eu topo, vou fazer um strip”, disse na época.

LEIA MAIS:
XODÓ DA TORCIDA, CRISTALDO ACOMPANHARÁ PROVÁVEL JOGO DO TÍTULO DO PALMEIRAS NO ALLIANZ

Agora, o título está cada vez mais perto do Alviverde. Basta um empate contra a Chapecoense, em casa – e até uma derrota pode garantir, caso o Santos não vença o Flamengo. Seis meses depois da promessa, a loira não se esqueceu do que falou. Em entrevista ao UOL Esporte, ela garantiu que cumprirá com sua palavra. “P… m…, mas pelo Palmeiras vale tudo. Vou dar meu jeito de criar um script, falar com meu marido e meu filho. Foi uma brincadeira porque a Maitê fez ano passado. Então, chegou minha hora. Vou esperar os meninos do Extraordinários me ligar e ver como vamos resolver isso”, disse, em tom de brincadeira.

A apresentadora, que está em cartaz com a peça Tróilo e Créssida, também contou que tem sido difícil acompanhar o time nas rodadas finais. Ela não vai ao estádio assistir à partida que pode trazer o caneco do Brasileirão depois de 22 anos. “Meu marido e meu filho vão. Eu não vou. Mas também não sou muito de ir ao estádio. Gosto de ver os lances, vou uma vez ou outra no estádio. Na televisão já é suficiente, porém, não consigo ver. Estou no teatro, eu, sempre que saía de cena, ia falar com a camareira, pedia para ela ficar de olho. Perguntar como estava o jogo”, contou.



Paulistano, estudante de jornalismo, 19. Foi estagiário do Torcedores.com.