FOOTLINK-O futuro do futebol na ótica dos Técnicos Jair Ventura, Zé Ricardo, Rogério Micale e Paulo César Gusmão

Será realizado na próxima quinta-feira (24/11/2016), no Rio de Janeiro, mais uma edição do ciclo de Encontros FOOTLINK, onde se reunirão quatro dos principais técnicos do futebol brasileiro na atualidade, todos terão como objetivo de analisar os desafios do futebol para o século XXI. 

Em sua terceira edição, o FOOTLINK é um evento que ocorre bimestralmente e reuni os principais nomes que atuam dentro e fora de campo no futebol brasileiro. Estruturado em 4 módulos, onde o primeiro apresentou a experiência de membros do setor de gestão esportiva no contexto da profissionalização. O segundo trouxe o olhar dos atletas profissionais sobre os rumos do futebol. O terceiro foi debatido pelos profissionais da área da saúde esportiva e apresentou os desafios da inserção da ciência na prática esportiva. O último encontro vai apresentar, a necessidade de constante revisão na práxis por parte dos treinadores e relação da formação dos treinadores brasileiros com resto do mundo.

O ciclo de Encontros FOOTLINK tem a coordenação de importantes nomes ligados ao futebol, que através dessa iniciativa oferecem a comunidade esportiva a sua contribuição, proporcionando um espaço profícuo de trocas de métodos visando o aprimoramento das práticas. Tendo a frente o professor Paulo Angioni, considerado um dos pioneiros na gestão esportiva e que teve passagem pelos principais agremiações esportivas do país, que incluem Corinthians, Palmeiras, Flamengo e Fluminense, também foi diretor esportivo de empresas como Parmalat, Unimed e MSI. Aprodução do evento conta também com a contribuição de Eduardo Barroca, que atualmente é técnico do sub-20 do Botafogo de Futebol e Regatas, campeão do Estado do Rio de Janeiro e Copa do Brasil; Marcelo Xavier que trabalhou na Preparação Física do Flamengo e da PMERJ, Gerente de Operações da Arena Petrobras e Coordenador do centro de excelência e performance do Esporte Clube Vitória e também Eduardo Freenland que já atuou em diversas funções no futebol de base. Sendo treinado das categorias Sub 13 até Sub 20. Além disso, exerceu os cargos de Coordenador Técnico e Gerente Técnico. No momento trabalha como Gerente Geral das categorias de Formação do Botafogo de Futebol e Regatas.

Nesta última edição de 2016, foram convidados os Técnicos: Jair Ventura, que hoje é técnico do time profissional do Botafogo de Futebol e Regatas, sendo considerado por boa parte dos jornalistas o técnico revelação deste ano, ele terá a missão debater ” Montagem do Plano de Jogo com informações dos adversários”. Fará parte também da mesa de debate Zé Ricardo, técnico do Clube de Regatas do Flamengo, que tem a incumbência de analisar a seguinte questão: ” A importância da Bola Parada no campeonato brasileiro, treino, vídeo e jogo”; Outro que tem presença garantida é Paulo César Gusmão que vai apresentar sua  ideia acerca da “Formação e equivalência do treinador Brasileiro no Mundo”, por fim, e com toda justiça, o evento recebe o treinado vencedor da medalha de outro das olimpíadas de 2016, o técnico da seleção olímpica masculina Rogério Micale, que apresenta o estudo de caso: “Ouro Olímpico”. Tudo isso será mediado pela jornalista do Esporte Interativo Mônica Danello.

Portanto, nesta mesa de debate, o desafio dos treinadores é apresentar os possíveis desdobramentos ocasionados pelas novas metologias de trabalho e o lugar do técnico brasileiro dentro dos constantes avanços nas práticas. De certo modo, os temas estão vinculados as mudanças recentes no modelo de jogo e também profissionalização de diversos setores relacionados a preparação dos atletas em relação aos treinamentos, análises dos adversários e proposta de jogo.