Fluminense não irá estampar a marca da Caixa no uniforme em 2016

Dryworld
Crédito de imagem: Nelson Perez/ Fluminense F.C

Depois de seis partidas, o Fluminense não irá estampar mais a marca da Caixa Econômica Federal no uniforme para o restante da Série A do Campeonato Brasileiro. Conforme mostra o tempo real, do site “Globo Esporte.com”, o Tricolor das Laranjeiras almeja buscar patrocínios pontuais nos próximos três jogos da competição.

LEIA MAIS:
FLUMINENSE TRAÇA PERFIL DESEJADO PARA REFORÇAR O ELENCO EM 2017
5 JOGADORES ESQUECIDOS NO FLU QUE PODEM SER APROVEITADOS PELO MARCÃO

O departamento de marketing do Fluminense planejava colocar placas do banco estatal no Centro de Treinamento, o que não aconteceu e as negociações para uma futura renovação não irá acontecer. A última vez que o clube estampou a marca foi diante do Atlético-PR, no Maracanã, em jogo válido pela Série A do Brasileirão.

Com os seis jogos, o Fluminense lucrou R$ 1 milhão com a Caixa conforme os valores haviam sido divulgados na ocasião pelo Diário Oficial da União. Os valores foram utilizados para manter a folha salarial em dia, além de alguns ajustes no novo CT do Tricolor das Laranjeiras.

Com isso, o departamento de marketing irá tentar patrocínio pontual na cota máster do Fluminense para não deixar o espaço em branco. Duas empresas já seguem em conversas com a diretoria a TCL e também a Hwawei, que podem estampar suas marcas para o restante do Campeonato Brasileiro.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com