Ex-Palmeiras, Marcelo Oliveira põe título brasileiro nas mãos do líder: “difícil escapar”

César Greco / Ag. Palmeiras

Há um ano, Marcelo Oliveira dirigia o Palmeiras rumo ao título da Copa do Brasil, ponto alto de seu trabalho no clube. Três meses depois de levar o Verdão ao troféu nacional, o treinador foi demitido e de lá chegou ao Atlético-MG. Nesta quinta-feira, o técnico terá o ex-time pela frente, às 21h (horário de Brasília), no estádio Independência, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ESPECIAL:
Prêmio Torcedores.com terá sua segunda edição em 2016 – e COM NOVIDADES!
Conheça os finalistas do Prêmio Torcedores.com de Mídia Esportiva 2016

Com 10 pontos de desvantagem para o líder Palmeiras e faltando apenas quatro rodadas em disputa, Marcelo adotou o tom realista e disse que o ex-clube dificilmente perde a taça de 2016.

“Acho que o mérito é do técnico atual, do Cuca, e do clube, que está bem estruturado. Depois que saímos, contrataram jogadores muito importantes. O Mina, o Guedes, o Tchê Tchê, e tem o Moisés que pouco jogou conosco. Dificilmente vai perder esse campeonato”, disse o técnico do Galo em entrevista ao Lance!.

Hoje o Palmeiras lidera o Campeonato Brasileiro com 70 pontos, quatro de distância para o Flamengo, que venceu o América-MG, na última quarta, por 1 a 0. O Santos está em terceiro lugar com 64 pontos, quatro à frente do Atlético-MG.

Praticamente fora de qualquer chance pelo título brasileiro, o Galo quer, ao menos, terminar o Brasileiro no G-3 para não ter que disputar a fase mata-mata da Libertadores de 2017. Além disso, nas próximas duas semanas, os mineiros decidem a Copa do Brasil contra o Grêmio. Marcelo tem currículo invejável no torneio – além do título com o Palmeiras em 2015, foi vice-campeão três vezes – 2014 pelo Cruzeiro, e 2011/2012 com o Coritiba.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.