Estádio da Portuguesa é interditado por falta de higiene

Reprodução/Facebook Oficial da Portuguesa

Após ninguém realizar lances pelo estádio em leilão realizado, o Canindé acabou interditado pela Federação Paulista de Futebol. O motivo foi a não renovação do Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene após vistoria no estádio da Portuguesa.

De acordo com documento assinado por Isidro Suita Martines, vice-presidente do Departamento de Infraestrutura de Estádios da FPF, o clube está proibido de realizar qualquer evento esportivo profissional no Canindé com venda de ingressos organizado pela entidade.

Nos últimos dias, um mutirão promovido por diretoria e torcedores tentou dar jeito na situação com uma faxina nas instalações, para que o estádio fosse aprovado na inspeção. Porém, a faxina não deu conta do recado na avaliação da FPF.

As coisas não andam nada boas pelos lados da Lusa, que viu seu estádio não ser leiloado, tendo em vista um lance inicial de R$ 74 milhões. Um novo leilão deve ser marcado, com um novo valor inicial, sendo esse lance abaixo dos R$ 74 milhões.

A diretoria do clube promete agilizar para resolver o quanto antes este problema, liberando assim, o Canindé para competições e eventos.