Veja a provável escalação do Atlético-MG para enfrentar o Grêmio na decisão

Atlético-MG
Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM

Chegou a decisão da Copa do Brasil! Atlético-MG e Grêmio começam a decidir a competição mata-mata nesta quarta-feira (23), às 21h45 (horário de Brasília), no estádio do Mineirão, e o técnico Marcelo Oliveira já tem praticamente o time definido que pretende levar a campo no primeiro jogo da final.

LEIA MAIS:

VEJA QUANTO GALO E GRÊMIO VÃO GANHAR POR DECIDIREM A COPA DO BRASIL
ALEXANDRE MATTOS FALA DA POSSIBILIDADE DO PALMEIRAS CONTRATAR PRATTO

O treinador do Atlético-MG perdeu um de seus principais atletas para a partida, o atacante Luan, que teve um estiramento na panturrilha direita e está vetado. Outra baixa é o centroavante Fred, que não pode atuar por já ter entrado em campo na competição quando estava no Fluminense.

Além deles, outros dois atletas inspiram cuidados, mas devem estar em campo.

O lateral esquerdo Fábio Santos, também com dores na panturrilha direita, e o zagueiro Erazo, com dores no joelho direito, ficaram de fora de alguns treinos na véspera da partida, porém, como a partida é decisiva, provavelmente serão escalados desde o início do confronto.

No mais, a única dúvida técnica de Marcelo Oliveira é no meio de campo. O comandante pode escolher escalar Clayton, atuando pelos lados e colocando Robinho mais centralizado, para ajudar na armação de jogadas, ou pode colocar o equatoriano Cazares pelo meio, deslocando Robinho pelo lado esquerdo.

Provável escalação

Desta forma, Marcelo Oliveira deve estacar o Galo com a seguinte formação: Victor; Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso e Maicosuel; Clayton (Cazares), Robinho e Lucas Pratto.

football formations

Estratégia definida

De acordo com os jogadores do Atlético-MG, a estratégia para encarar o primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil já está definida: não dar qualquer espaços para o time gaúcho.

Todo mundo sabe que o Grêmio é um time que fica muito a vontade com a posse de bola. Temos que tirar a bola deles e fazer isso em casa. Eles não sabem jogar sem a bola, eles sofrem assim. Ficar com a posse, pra que eles se sintam desconfortáveis“, disse o atacante Lucas Pratto, em entrevista coletiva.