Em reencontro com Mourinho, Wenger adota tom diplomático

Wenger na seleção inglesa
Reprodução: Arsenal Facebook oficial

Arsène Wenger e José Mourinho tem uma relação gerada a declarações fortes e polêmicas, em especial do português, que nunca perde a oportunidade para cutucar o técnico do Arsenal. Mas o francês não quis aumentar a tensão para a partida contra o Manchester United, sábado (19), pelo Campeonato Inglês.

LEIA MAIS

PRÊMIO TORCEDORES.COM TERÁ A SUA 2ª EDIÇÃO EM 2016 – E COM NOVIDADES!

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (17), o técnico dos Gunners deu declarações diplomáticas em relação ao rival e se esquivou de qualquer tentativa de uma declaração mais forte por parte dele contra o comandante do United.

“Essa é uma disputa entre dois clubes e duas equipes e entendo que as pessoas queiram criar certa polêmica, mas não será isso que dará audiência ao jogo. Acho que o que é importante é que será uma partida de alto nível e vista no mundo todo”, disse Wenger.

“Para a reputação da Premier League, é importante que a qualidade desse jogo seja alta. A responsabilidade cairá nos jogadores dentro de campo”, completou.

Sobre um encontro com Mourinho, Arsène Wenger novamente não quis entrar em polêmicas e até prometeu que irá apertar a mão do técnico dos Red Devils antes ou depois da partida.

“Não preciso descrever minha relação com Mourinho. Ele lutará pelo time dele e eu lutarei pelo meu e isso é completamente normal. É claro que o cumprimentarei, respeito este ritual tão importante na Premier League”, disse.

 

 

(Crédito da foto: Reprodução/Arsenal Facebook oficial)