Edmundo diz que Moisés merece vaga de Lucas Lima na seleção brasileira

Moisés Palmeiras
Crédito da foto: Divulgação/César Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras está a um ponto de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, que pode acontecer na próxima rodada, domingo, contra a Chapecoense, no Allianz Parque. E um dos destaques da campanha do Verdão é o meia Moisés, que chegou ao clube no início do ano, completamente desacreditado. Mas para o comentarista Edmundo, o jogador palmeirense já merece até uma vaga na seleção brasileira comandada por Tite.

LEIA MAIS:
EX-JOGADORES DO PALMEIRAS MARCAM E TIRAM O FLAMENGO DA LUTA PELO TÍTULO
NOBRE COMEMORA ‘DEVER CUMPRIDO’ E RESSALTA EMOÇÃO DE TORCER PARA O PALMEIRAS

Durante o programa “A Última Palavra”, o ex-jogador do Palmeiras disse que Moisés está jogando melhor que o Lucas Lima, que segundo ele, só é convocado pelo que já fez no passado. “O Lucas Lima, por exemplo, que tem jogado muito abaixo do esperado. Ele está sendo convocado muito pelo histórico dele, é um craque, e o Tite pelas razões dele vem mantendo a convocação, mas não é pelo que está fazendo, é pelo que ele já fez”, avaliou.

PVC discordou da opinião de Edmundo. ”Acho o Moisés mais posição do Paulinho e do Renato Augusto. O Moisés também é símbolo de um time do Palmeiras que tem uma volúpia, uma força, uma intensidade para roubar bola na frente, mas que devolve muitas vezes a bola. Tem errado em média 20% dos passes, porque ele arrisca mais. Eu não levaria para a seleção neste momento”.

”Não, não, também não estou afirmando que deve ser convocado, mas o que entendo de seleção é o momento, e o momento dele é melhor que o do Lucas Lima”, ponderou Edmundo.

DUDU NA SELEÇÃO?

Neste domingo, após a vitória sobre o Botafogo, o diretor de futebol do Verdão, Alexandre Mattos, falou com o repórter Rafael Jacobucci, do Torcedores.com, ainda em campo e fez um verdadeiro apelo ao técnico da seleção brasileira Tite.

“Dudu foi o melhor campo hoje. Olha, o futebol que ele está jogando, Tite, ele merece a seleção”, opinou o dirigente, que tem seu contrato se encerrando em dezembro. Com o gol de cabeça e da vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, mais cedo, o atacante do Palmeiras se isolou como o artilheiro do Allianz Parque, com 12 gols, desde que a arena alviverde foi inaugurada, em 2014.

Enquete: quem merece levantar a taça do Brasileirão, se o Palmeiras for campeão?