Diego MITOU em falar sobre “cheirinho” de vestir a camisa do Flamengo; assista

flamengo
Crédito da foto: Divulgação/ Gilvan de Souza/ Flamengo

O empate com o Coritiba, no último domingo, acabou com as chances do Flamengo de conquistar o Campeonato Brasileiro de 2016. A vaga direta na Libertadores, todavia, está praticamente assegurada uma vez que a chance de terminar no G-3 é altíssima. Mesmo que o torcedor esteja frustrado com o término da equipe na competição, o meia Diego fez questão de lembrar que a temporada é positiva para o clube.

LEIA TAMBÉM:
Flamengo não teve só frustrações ao término da 36a rodada; entenda
Mauro Cezar também comenta “cheirinho” após empate do Flamengo; confira

Torcida do Flamengo não se conforma com perda de título e culpa Zé Ricardo

Além de falar que a trajetória no Brasileiro deve ser, sim, valorizada, o camisa 35 afirmou que se sentiu privilegiado por vestir a camisa do Flamengo nesses poucos meses de clube.

“Quando se joga no Flamengo, temos o privilégio de sentir vários cheirinhos. Temos o cheirinho de maior torcida do mundo, o cheirinho de Maracanã sempre lotado, cheirinho de vestir essa camisa, somos privilegiados. Temos que ficar decepcionados, mas não achar que tudo está perdido, que é um desastre. Independentemente de qualquer coisa, a temporada é positiva e temos que valorizar a vaga na Libertadores”, disse Diego.

Assista:

Com o resultado, o Flamengo permanece na terceira colocação, com 67 pontos, cinco a mais do que o Atlético-MG, quarto colocado. Na próxima rodada, o Rubro-Negro enfrenta o Santos, no Maracanã, domingo, às 17h (de Brasília).



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.