Desvalorizado, Michel Bastos encontra dificuldades para achar novo clube

São Paulo x Vitória
Crédito de imagem: Igor Amorim/saopaulofc.net

Fora dos planos do São Paulo para 2017, Michel Bastos está sendo oferecido como moeda de troca em algumas negociações do clube, mas a aceitação não está sendo muito positiva. A informação de que o atleta não está dentro do planejamento da equipe do Morumbi está fazendo os concorrentes dificultarem os negócios com o meio-campista.

LEIA MAIS
LUGANO DIZ QUE CENI TERÁ SUCESSO COMO TÉCNICO DO SÃO PAULO: “NÃO PRECISA DE ESTÁGIO”
KAKÁ REVELA EM QUAL TIME GOSTARIA DE JOGAR ANTES DE ENCERRAR SUA CARREIRA
SÃO PAULO SONDA ANDRÉ SANTOS PARA RESOLVER PROBLEMA NA LATERAL-ESQUERDA
SÃO PAULO PODE FICAR DE FORA DE TORNEIO INTERNACIONAL DEPOIS DE 14 ANOS

O Santos, por exemplo, tem interesse em contar com o atleta. Porém, deixou o negócio esfriar após oferecer jogadores reservas e não aprovar as pedidas por Ricardo Oliveira ou Lucas Lima. O Cruzeiro não teve interesse em envolvê-lo nas transações com o atacante Willian ou com o lateral-esquerdo Mena.

Apesar da dificuldade de envolver Michel Bastos nas primeiras investidas, Marco Aurélio Cunha, diretor-executivo de futebol, acredita num desfecho positivo sobre o futuro do atleta e pedi para que os clubes não desvalorizem o atleta.

“Não subestime um jogador. Às vezes, ele está muito mal em um clube, muda de camisa e vira monstro. Aí, não é para reclamar de quem liberou. Pelo contrário, é para ficar contente, porque o cara merece jogar em outro lugar e tocar a vida dele. Acho que vai aparecer. Ele tem muito mercado”, disse o diretor executivo de futebol do São Paulo em entrevista ao UOL Esporte.

Questionado se não teme que o meio-campista brilhe por um arquirrival, o dirigente são-paulino deixou a rivalidade de lado para torcer pelo sucesso profissional do jogador. “Com toda a honestidade, não tenho problema com isso. O jogador não deu certo aqui, pode dar certo no rival. E daí? Acho que temos de deixar de lado o passional para fazer o futebol melhor” , afirmou Cunha.

Enquanto as negociações não tem um desfecho positivo, Michel Bastos segue treinando no clube, mas não vem sendo relacionado para o jogos pelo técnico Ricardo Gomes. O jogador tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2017.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.