Cuca destaca maturidade do Palmeiras e vê time pronto para ser campeão

Cuca
César Greco / Ag. Palmeiras

O Palmeiras venceu o Botafogo por 1×0, na tarde deste domingo e ficou ainda mais próximo de se sagrar campeão brasileiro. Com 74 pontos na tabela, a equipe abriu 6 de vantagem para o vice-líder Santos e sete para o Flamengo, podendo garantir a taça no próximo final de semana. Após a partida, o técnico Cuca, em entrevista coletiva, elogiou seu time e ressaltou a maturidade do elenco alviverde.

CONFIRA TAMBÉM:

NOBRE COMEMORA ‘DEVER CUMPRIDO’ E RESSALTA EMOÇÃO DE TORCER PARA O PALMEIRAS

CUCA FAZ CONTAS PELO TÍTULO DO PALMEIRAS E RESSALTA EQUILÍBRIO DO BRASILEIRÃO

PALMEIRAS X BOTAFOGO: ASSISTA O GOL DA PARTIDA

“Nos últimos 19 jogos nos perdemos 1, para o Santos. Olha que regularidade tem o Palmeiras. É uma regularidade de um time que está pronto para ser campeão. Quem tem o melhor ataque? A melhor defesa? E o melhor público?.”

A respeito da disputa acirrada pela liderança, com santistas e rubro-negros perseguindo o Verdão de perto, Cuca comentou que é difícil ver um campeonato com os segundos e terceiros colocados pontuando tanto, como está ocorrendo em 2016.

“A gente ganha, ganha, ganha e o pessoal está sempre ‘aqui’ (em cima), chatos, sem deixar a gente ser campeão.”

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe a Chapecoense, no Allianz Parque e se empatar, garante a conquista nacional após 22 anos sem necessitar de resultados paralelos. No entanto, Cuca ressaltou que a ‘margem de erro’ é muita pequena nesta altura do campeonato.

“Agora falta um ponto, mas lá dentro do jogo, o empate… É muito curta a margem de erro. É um erro que você tem atrás, o Botafogo faz o gol… E aí a diferença cai para a última rodada. As coisas ficariam muito difíceis porque no último jogo pode valer a vida do Vitória e do Inter. Jogamos um jogo bem jogado, trabalhamos bem a bola, fizemos por merecer a vitória, que é o mais importante.”

“Fomos um time maduro e cadenciamos o jogo até o final”, acrescentou o treinador.



Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.