Opinião: Corinthians 1 x 0 Internacional, um jogo emblemático

Crédito da foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O dia 21/11/2016 ficará marcado como um dos “Corinthians x Internacional” mais emblemáticos de todos os tempos. A torcida corintiana comprou a ideia e poucas vezes no ano eu vi tanta vontade de vencer nos olhos dos torcedores. O clima entre corintianos era de final de campeonato.

LEIA MAIS:
PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO
Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016

Os 19.769 presentes em Itaquera viram um começo ótimo do Corinthians contra um Inter completamente “a Deus dará”. Não existe padrão tático do clube gaúcho, mas são valores individuais que jogam na emoção. Nos primeiros minutos tomaram inúmeras triangulações do fraco Timão, não pressionavam, não ganhavam a bola, não criavam, não lutavam, não jogavam. Estava difícil.

O Internacional sem o ótimo goleiro Danilo Fernandes, provavelmente não estaria mais lutando para sair da zona de rebaixamento do Brasileirão. São inúmeros milagres do arqueiro durante a temporada.

E ainda me arrisco a dizer, o Internacional tem o melhor o melhor elenco de jogadores, mas terá o desprazer do rebaixamento. O plantel tem nomes experientes como Alex, Seijas, Anderson, Danilo Fernandes, Sasha, Ceará, Fernando Bob. Fora os promissores sub-23: William, Rodrigo Dourado, Valdivia (campeões olímpicos em 2016), Ferrareis, Andrigo, Aylon, Nico Lopez, Vitinho… não preciso nem falar como tantos bons jogadores devem ser cogitados por outros clubes na próxima temporada.

Marlone embalado pela indicação ao prêmio Puskas foi o melhor do jogo. Cristian, Arana, Fagner, e Marquinhos Gabriel também fizeram uma bela partida.

A parte negativa em campo fica inacreditavelmente por conta da arbitragem. Rodolpho Toski Marques esteve sempre confuso nos lances e coroou sua apresentação com um pênalti inexistente em Romero. O Corinthians que não tem nada a ver com isso, matou o jogo.

A parte negativa fora de campo ficou por conta de um grupo de torcedores que entoaram cantos como: “Não é mole não, cê vai cair igual o Fernandão”, e “O Fernandão morreu”. Cânticos completamente desrespeitosos que causam vergonha para qualquer ser humano com o mínimo de senso. Existem coisas que nem os hormônios a flor da pele que só um estádio proporciona explicam, a idiotice cantada por algumas pessoas ontem é uma delas. Como corintiano, me senti constrangido. Peço desculpas a familiares, amigos, e fãs do Fernandão pela falta de respeito.

No mais, a catástrofe continua. O Internacional caminha a passos larguíssimos para a Segunda Divisão.