Corinthians se complica e “seca” rivais para ir à Libertadores

O empate sem gols contra o Atlético-PR em Itaquera deixou o Corinthians mais longe de jogar a Libertadores em 2017. O time pode terminar a rodada em oitavo lugar.

LEIA MAIS:
Veja o que os jogadores do Corinthians falaram após o empate em Itaquera
Maracanã vê jejum do Flamengo e vira “casa” do Vasco

“Essa semana será importantíssima. Pelo menos teremos dois dias para trabalhar bem, ao contrário dos dois últimos jogos, em que só tivemos um. Vamos até o final tentando. Nosso objetivo é claro: vencer a partida. Conversei com os jogadores e a nossa ideia é todo mundo continuar otimista, buscando. Nossa chance [de ir à Libertadores] vai até o último apito no próximo domingo. Se vencermos e um dos dois que estão na frente empatar, vamos conseguir”, declarou Oswaldo de Oliveira durante coletiva na Arena Corinthians, referindo-se a Atlético-PR e Botafogo.

A última rodada do Brasileirão será decisiva para o Corinthians, que encara o Cruzeiro no Mineirão. O time carioca enfrenta o Grêmio em Porto Alegre e o rubro-negro recebe o Flamengo na Arena da Baixada. O tricolor gaúcho está praticamente fora da briga porque está na final da Copa do Brasil e no jogo de ida conquistou vantagem sobre o Atlético-MG que inclusive provocou a demissão do técnico Marcelo Oliveira.

Corinthians tem 55 pontos, um a menos do que Botafogo e Atlético-PR. Apenas a vitória interessa ao time de Oswaldo de Oliveira. No primeiro turno, o jogo foi no Pacaembu e a equipe apenas empatou com o Cruzeiro – 1 a 1.

Palmeiras, Flamengo, Santos e Atlético-MG já estão na Libertadores. Sendo assim, faltam duas vagas para completar o G6. Finalista da Copa Sul-Americana, a Chapecoense terá que vencer o Atlético Nacional para garantir presença no torneio sul-americano em 2017.