Corinthians pensou em tirar título do Palmeiras no tapetão no Brasileirão 1994

palmeiras 1994
Divulgação/ Site Palmeiras

O Palmeiras vive a ansiedade por conquistar o título brasileiro depois de quase 22 anos. A última vez foi em 18 de dezembro de 1994, após um empate com o Corinthians por 1 a 1 no Pacaembu, resultado que conferiu o oitavo troféu alviverde na história da competição (3 a 1 para o Verdão no jogo de ida). Mas, na época, o Timão chegou a pensar em tirar o título do rival no tapetão.

O motivo da reclamação foi a escalação do zagueiro Antônio Carlos Zago, hoje treinador de futebol (que passou pelo Palmeiras, inclusive, em 2010), no primeiro jogo da final, também realizado no Pacaembu. A acusação era de que o defensor deveria ter cumprido uma suspensão automática por expulsão, mas atuou na decisão.

LEIA MAIS
DUDU BRINCA COM OS VALORES DA SUA CONTRATAÇÃO: “O DINHEIRO FOI BEM GASTO”

Segundo notícia publicada na Folha de S.Paulo no dia 19 de dezembro de 1994, assinada pelos jornalistas Mário Magalhães e Marcelo Damato, o Corinthians sonhava ficar com o título na Justiça Desportiva, mas as chances eram “praticamente nulas”, como de fato aconteceu.

corinthians tapetao palmeiras 1994

O Palmeiras conseguiu um efeito suspensivo para escalar Antônio Carlos na decisão, assim como Edmundo, que estava condenado a uma suspensão de cinco jogos. A CBF emitiu a autorização para que os dois jogadores estivessem em campo. No entanto, uma reportagem da mesma Folha de S.Paulo no dia 16 de dezembro mostrava que a decisão da CBF era contrária à lei vigente na época, que exigia o cumprimento da suspensão automática.

Na época, o Palmeiras chegou a pensar em escalar Antônio Carlos apenas no jogo de volta, para afastar qualquer problema, mas houve uma autorização expressa da CBF para que o zagueiro estivesse em campo. Isso revoltou o Corinthians, mas o caso acabou não indo adiante.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.