Confira os Prognósticos das Eliminatórias da América do Sul

Lucas Figueiredo/CBF

Investidor pode ganhar até 1.000% e verá a briga pela liderança entre Brasil e Uruguai e a tentativa da Argentina de espantar a crise. 

LEIA MAIS:

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO
Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016
Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016

Brasil Pega Peru em Lima

Sem Marcelo (suspenso), o Brasil encara o Peru em Lima às 00h15 (horário de Brasília) já na madrugada de quarta-feira. Filipe Luís entra no lugar do lateral do Real Madrid. O clima de otimismo tomou conta da comissão técnica, imprensa, torcedores e jogadores. Já se fala em conquistar o hexacampeonato em Moscou. Para este clima contagiar a todos, bastaram as cinco vitórias em igual número de partidas desde que o técnico Tite assumiu o comando da seleção. É neste ambiente alegre, feliz e descontraído que os brasileiros jogam com os peruanos no Estádio Nacional. De acordo com o portal Oddsshark.com/br, a seleção canarinho é favorita e seu triunfo vale R$ 1,69 para um. O empate paga R$ 3,68 e a vitória do time da casa rende R$ 5,15.

Em relação ao time que goleou o Paraguai fora de casa, o técnico Ricardo Gareca fará três modificações: Trauco e Tapia suspensos cedem lugares a Loyola e Aquino respectivamente. Já Flores contundido será substituído por Polo. O técnico declarou na última coletiva que “é possível vencer o Brasil, com os pés no chão, com humildade. Mas podemos vencer”.

Brasil e Peru já se enfrentaram 41 vezes, com 29 vitórias brasileiras, 9 empates e apenas três triunfos peruanos. Apesar do retrospecto amplamente favorável, no último confronto, pela Copa América deste ano, o time de Guerrero saiu de campo com a vitória de 1 a 0. As duas últimas partidas entre as seleções em Lima acabaram empatadas em um gol. As vitórias dos Incas são tão raras que a última, em sua capital, aconteceu no longínquo ano de 1953.

Os times devem ir a campo com a seguinte escalação:

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Perú: Gallese; Corzo, Ramos, Rodríguez e Loyola; Yotún, Aquino, Polo e Carrillo; Cueva e Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

 

Uruguai Sonha em Recuperar a Liderança

Às 21h30 (de Brasília) em Santiago, o Chile recebe a Celeste Olímpica. O time da casa precisa de pontos, pois está em quinto lugar e ainda corre risco de não chegar à Rússia 2018. Por sua vez, o Uruguai quer vencer e torcer contra o Brasil para reassumir a ponta. Os vice-líderes continuam sem poder contar com o atacante Cavani que estará no banco e que deverá aparecer na segunda metade do embate. Para cada lote de R$ 10 investido, o prêmio em caso de coluna um é de R$ 22,90, contra R$ 31,90 da coluna dois e R$ 32,60 da coluna do meio. As equipes começam com:

Chile: Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Hernández, Díaz, Vidal e Fuenzalida; Vargas e Sánchez. Técnico: Juán Pizzi.

Uruguai: Muslera; Pereira, Coates, Godín e Silva; Sánchez, Ríos, Vecino e González; Stuani e Luis Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.

 

Previsão de Bom Jogo na Argentina

O jogo é imperdível! San Juán, no interior argentino, assiste à seleção da casa tentando se recuperar e sair da crise pegando a Colômbia. O time de Messi está em sexto lugar, uma posição abaixo da classificação à Repescagem. Enquanto isso, os visitantes estão em terceiro e querem os três pontos para abrir uma boa vantagem sobre as equipes fora do G-5. O apito inicial está previsto para às 21h30 de Brasília. A análise do Oddsshark.com/br aponta que o time mandante é favorito e seus três pontos dão um retorno de R$ 155 para cada R$ 100 investidos, menor que os R$ 672 da superação dos visitantes; e dos R$ 381 do empate. Os jogadores relacionados para ir a campo são:

Argentina: Romero; Mercado, Otamendi, Mori e Mas; Mascherano, Banega e Biglia; Di María; Messi e Prato. Técnico: Edgardo Bauza.

Colômbia: Ospina; Murillo, Arias, Balanta e Díaz; Sánchez, Aguilar, Torres e James Rodríguez; Cuadrado e Falcao. Técnico: José Pekérman.

 

Paraguai Encara a Lanterna

Duas seleções que foram goleadas na última rodada se enfrentam. A La Verde está praticamente eliminada, enquanto que os paraguaios estão em sétimo e precisam vencer para seguir lutando para ir à fase final do Mundial. Quem acreditar na Bolívia receberá um prêmio de R$ 2,75 para um, maior que os R$ 2,64 dos visitantes; e menor que os R$ 3,19 no caso de não haver um vencedor. O jogo começa em La Paz às 18h00 de Brasília. Os técnicos anunciaram as escalações abaixo:

Bolívia: Lampe; Raldes, Rodríguez, Zenteno e Bejarano; Flores, Veizaga, Azogue e Wayar; Yak e Marcelo Moreno. Técnico: Guillermo Hoyos.

Paraguai: Barreto; Moreira, Da Silva, Gómez e Alonso; González, Rojas, Riveros e Oscar Romero; Santander e Ángel Romero. Técnico Francisco Arce.

 

Equador Quer os Três Pontos

O Equador será o anfitrião da Venezuela às 19h00 de Brasília em Quito. Os visitantes estão praticamente fora da Rússia 2018, enquanto que o time mandante quer vencer para permanecer no pelotão de cima de classificação ao Mundial. Os números do Oddsshark.com/br vêem os donos da casa como prováveis vencedores do confronto: a cada investimento de R$ 10, os apostadores ganharão R$ 13,30 se os equatorianos prevalecerem, ou R$ 96,60 no caso de triunfo venezuelano; e R$ 49,20 no caso de igualdade. Os escalados para começar a partida são:

Equador: Dreer; Paredes, Achillier, Mina, e Ayoví; Ibarra, Orejuela, Noboa e Martínez; Valencia e Caicedo. Técnico: Gustavo Quinteros.

Venezuela: Hernández; González, Vizcarrondo, Villanueva e Feltscher; Zambrano e Rincón; Murillo, Otero e Kouffati; Martínez. Técnico: Rafael Dudamel.

 

12a Rodada:

Terça-Feira, 15 de Novembro:

(R$ 2,75) Bolívia x Paraguai (R$ 2,64) (Empate R$ 3,19)

(R$ 1,33) Equador x Venezuela (R$ 9,66) (Empate R$ 4,92)

(R$ 1,55) Argentina x Colômbia (R$ 6,72) (Empate R$ 3,81)

(R$ 2,29) Chile x Uruguai (R$ 3,19) (Empate R$ 3,26)

(R$ 5,15) Peru x Brasil (R$ 1,69) (Empate R$ 3,68)

 

Classificação:

1o Brasil – 24

2o Uruguai – 23

3o Colômbia – 18

4o Equador – 17

5o Chile – 17

6o Argentina – 16

7o Paraguai – 15

8o Peru – 14

9o Venezuela – 5

10o Bolívia – 4