Com casa cheia, Palmeiras enfrenta o Botafogo com chance de garantir o título brasileiro

Instagram Oficial do Palmeiras

Foram 35 rodadas até este momento: na tarde deste domingo, o Palmeiras irá enfrentar o Botafogo no Allianz Parque, pela 36ª rodada do Brasileirão, com a possibilidade de finalmente, após 22 anos, voltar a comemorar o título de campeão brasileiro. Para isso acontecer, é preciso vencer o time carioca, e torcer para que o Santos e Flamengo não vençam na rodada.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS X BOTAFOGO: ACOMPANHE O PLACAR AO VIVO DO JOGO

Foram 22 anos de espera, que podem chegar ao fim na tarde deste domingo, com casa cheia: o Palmeiras irá enfrentar o Botafogo no Allianz Parque, e em caso de uma vitória e uma determinada combinação de resultados, irá comemorar o título de campeão brasileiro. Basta vencer o time carioca, e porque não, secar os rivais que estão na luta direta pelo título: Santos e Flamengo, que também irão a campo neste domingo. Enquanto o Santos joga no mesmo horário do Verdão, contra o Cruzeiro no Mineirão, o Flamengo vai jogar às 19h30 contra o Coritiba no Maracanã.

Porém, mesmo sem a combinação dos resultados acima citado, o torcedor palmeirense ainda pode ficar tranquilo, pois vencendo o Botafogo hoje, o Palmeiras precisará apenas vencer a próxima partida, contra a Chapecoense, que também será no Allianz Parque. Ou seja: o Verdão provavelmente conquistará o Brasileirão diante de sua torcida.

Para a partida de logo mais, o técnico Cuca terá força máxima em campo. Os únicos desfalque do time alviverde é o goleiro Fernando Prass e o zagueiro Roger Carvalho. Em compensação, a lista de jogadores pendurados do Palmeiras é um pouco extensa: Vitor Hugo, Arouca, Thiago Santos, Matheus Sales, Cleiton Xavier, Dudu, Gabriel Jesus e Rafael Marques.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X BOTAFOGO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)

Data: 20 de novembro de 2016, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Edu Dracena (Yerry Mina), Vitor Hugo e Egídio (Zé Roberto); Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca

BOTAFOGO: Sidão; Alemão, Joel Carli, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Dudu Cearense, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Fernandes ou Rodrigo Pimpão) e Camilo; Neilton e Sassá. Técnico: Jair Ventura