Mattos revela para qual clube Mina iria se não viesse ao Palmeiras. E não é o Barcelona

Palmeiras
Foto: Getty Images

O Palmeiras está bem próximo de conquistar o título do Campeonato Brasileiro – para isso, o Verdão precisa de mais um ponto nos próximos dois jogos da equipe – e vários jogadores podem levantar o caneco do torneio pela primeira vez, entre eles o zagueiro Yerry Mina, contratado na metade da temporada.

Porém, por pouco o jovem beque colombiano, de 22 anos, não veio ao Palmeiras. O clube paulista precisou negociar bastante com o atleta e com empresários e também com o Barcelona, que também tinha interesse, para ficar com o atleta.

LEIA MAIS:

MOISÉS “ENTREGA” QUE CUCA VAI PERMANECER EM 2017
MATTOS SURPREENDE AO REVELAR QUAL FOI SEU MELHOR MOMENTO NO VERDÃO
MATTOS: VERDÃO SÓ VAI NEGOCIAR CONTRATAÇÃO DE BORJA DEPOIS DO MUNDIAL DE CLUBES
VERDÃO ESTÁ “POR MILÍMETROS” DE CONTRATAR ALEJANDRO GUERRA, REVELA PVC
ALEXANDRE MATTOS FALA DA POSSIBILIDADE DE CONTRATAR PRATTO
GAROTINHA DE ROSTO PINTADO SE NEGA A VIRAR “CURINTIA” A PEDIDO DE NETO
EMPRESTADO PELO VERDÃO, ROBINHO QUER PERMANECER NO CRUZEIRO

De acordo com Alexandre Mattos, diretor de futebol do time alviverde, o destino de Mina seria o futebol alemão, caso o Palmeiras não entrasse na negociação.

Foi difícil trazer o Mina. O que tem [no contrato] é uma preferência do Barcelona, porque se não houvesse, ele não viria. Ele iria para o Bayer Leverkusen. E a gente conseguiu, através do Barcelona, trazer o Mina“, revelou o dirigente, em entrevista à Fox Sports na última segunda-feira (21).

O Barça tinha interesse no atleta, porém, não pensava na contratação neste momento. E para assegurar a preferência, pagou um montante a Mina, que exigiu uma cláusula de preferência ao time espanhol no contrato com o Verdão.

Não temos [obrigação] de vender o Mina para ninguém, inclusive para o Barcelona. A não ser que o Palmeiras queira vender. Nesse caso, pergunta para o Barcelona se ele quer. Fora isso, não tem obrigatoriedade nenhuma“, completou o dirigente desmentindo que o Palmeiras teria que vender o jogador ao Barça por uma cláusula contratual de 9 milhões de euros (cerca de R$ 32 milhões).

Valor pago por Mina

Em maio de 2016, o Palmeiras anunciou a contratação de Yerry MIna pelo montante de 3 milhões de euros (R$ 12 milhões à época). Os valores foram bancados pelo presidente Paulo Nobre que, em caso de venda do atleta, recuperará o valor. O restante será do clube.