Cláudia Gadelha pede ex-campeã do UFC como adversária

Reprodução/Facebook Oficial UFC

Cláudia Gadelha se esforçou bastante para conseguir a vitória em cima de Cortney Casey, no UFC São Paulo deste final de semana, no Ibirapuera. Após a luta, a potiguar já começou a pensar em seus próximos planos no MMA e até escolheu uma possível adversária.

LEIA MAIS

PRÊMIO TORCEDORES.COM TERÁ A SUA 2ª EDIÇÃO EM 2016 – E COM NOVIDADES!

A lutadora peso-palha afirmou que ainda sonha em conquistar o cinturão da categoria, pertencente a polonesa Joanna Jedrzejczyk e, para se reafirmar na briga pelo título, quer enfrentar a americana Carla Esparza, de quem Joanna tomou o cinturão.

“O caminho mais fácil para eu conquistar o cinturão é a Joanna perder e eu enfrentar a pessoa que vencer ela. Acho difícil, hoje, alguém ganhar da Joanna, que é a campeã mais dominante. Então, quero muito lutar contra a Carla Esparza, que foi a primeira campeã dos palhas no UFC. Luto contra qualquer uma, mas se me derem a Carla, e eu vencer, topo uma luta pelo título. Só depende do UFC”, declarou Gadelha.

Na luta contra Casey, um momento polêmico foi o chute dado pela brasileira na testa da americana, que ainda estava sentada e forçou o árbitro a pedir a interrupção momentânea da luta. Gadelha falou sobre o golpe, que é ilegal nas regras do Ultimate.

“Não acho que aquele chute pegou, estava esperando que ela se levantasse, mas ela desceu de novo e já tinha dado o chute”, disse.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)