Chapecoense empata com San Lorenzo e vai a final da Sul Americana

Foto: Sirli Freitas / Especial

A Chapecoense vai fazendo história na Sul Americana. Na noite desta quarta, o Verdão do Oeste empatou sem gols com o San Lorenzo e com esse resultado, a Chape vai de forma inédita para a final da Sul-Americana depois de empatar em 1 a 1 fora de casa e 0 a 0 no Brasil. Avança pelo gol qualificado, fora de casa.

Chapecoense 0 x 0 San Lorenzo: assista aos melhores momentos

Na final da competição internacional, a Chapecoense vai encarar o vencedor do duelo entre Atlético Nacional e Cerro Porteño, que se enfrentam nesta quinta-feira, às 22h45 (horário de Brasília). No duelo de ida, os dois times empataram em 1 a 1. Pelo Campeonato Brasileiro, o Verdão encara o Palmeiras neste domingo, fora de casa, às 17h.

Os primeiros minutos de bola rolando foram de equilíbrio. Aos poucos, o San Lorenzo foi se impondo, tendo a posse da bola por 70% e sendo o primeiro a chegar com perigo no ataque pela esquerda, já exigindo a primeira boa defesa de Danilo. Apesar dos argentinos se arriscarem no início, viram a Chape melhorar e se defender melhor em campo.

Marcando bem e sem dar espaços para o San Lorenzo atacar, a Chape passou a levar perigo a partir da metade da primeira etapa. Thiego até tirou o zero do placar, após desvio para dentro gol, mas o auxiliar marca o impedimento acertadamente. Depois, Ananias ficou no quase quando finalizou de longe, levando perigo para o goleiro Torrico.

Assim como no primeiro tempo, o San Lorenzo foi quem começou assustando. Blandi arriscou do meio da rua e quase pegou Danilo adiantado, que precisou se esticar para evitar o gol argentino. Mais ofensivo, o San Lorenzo incomodava a defesa brasileira, e chegou a acertar uma bola na trave de Danilo.

Caio Júnior acionou Lucas Gomes e deu gás a equipe catarinense. Junto com Cléber Santana, a equipe da Chape passou a levar mais perigo, mas era pressionada nos contra ataques e via o goleiro Danilo se destacar deixar das traves.

No último minuto do jogo, Danilo de forma sensacional, fez uma defesa incrível para garantir a inédita vaga na final.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE:
Danilo, Caramelo, Willian Thiego, Neto e Dener Assunção; Josimar, Gil (Ségio Manoel) e Cleber Santana; Ananias, Tiaguinho (Lucas Gomes) e Kempes (Bruno Rangel)
Técnico: Caio Jr.

SAN LORENZO
Torrico; Angeleri, Coloccini, Caruzzo(Diaz), Emanuel Más; Mussis (Ávila), Cauteruccio, Corujo (Blandi), Ortigoza, Blanco; Cerutti.
Técnico: Diego Aguirre

Arbitragem: Daniel Fedorczuk (URU)
Cartões amarelos: Gil (C); Angelleri e Caruzzo, Blandi (SL)
Assistentes: Miguel Nevas e Richard Trinidad (Ambos do Uruguai)
Local: Arena Condá, em Chapecó
Público total: 17.569
Renda: R$ 569.940,00