Cesar Maluco acredita que Palmeiras precisa de dois pontos para conquistar o Brasileirão

Cesar Maluco
Imagem: Reprodução Esporte Interativo

O Palmeiras segue se preparando para a partida contra o Atlético em Minas Gerais e a torcida do Verdão segue contando as rodadas, horas e minutos para conquistar o Campeonato Brasileiro, que não acontece desde 1994 para o Palestra Italia. E nas contas do maior artilheiro vivo da história do clube, Cesar Maluco, a taça está mais perto do que parece.

O ex-goleador esteve no programa Noite de Craques, do canal Esporte Interativo, na noite desta terça-feira e comentou sobre a situação do Palmeiras, prevendo que a equipe tem tudo para ser campeã da competição.

Pentacampeão brasileiro com o clube, Cesar ressaltou que o Verdão caiu de rendimento ao longo do Campeonato Brasileiro. Entretanto, para o ídolo palmeirense, independente da maneira como o time está jogando, a busca por seis pontos nos próximos jogos é obrigação:

“O Palmeiras não se apresentou como no primeiro turno. No primeiro turno foi uma campanha maravilhosa e jogando bem. No segundo turno se estabilizou, mas não faz parte do grupo do time, da garra que o Palmeiras tem que ter. Temos que acreditar que vamos ganhar lá em Minas (do Atlético MG) e do Botafogo.”

Se vencer os dois jogos das duas rodadas seguintes, de acordo com o pensamento de Cesar Maluco, o Palestra conquistará o Brasileirão. Para ele, o time não precisa de muitos pontos mais para acabar com o jejum da maior competição do Brasil:

“A diretoria passou a responsabilidade para a garotada que nunca foi campeã. O Palmeiras tem que ser campeão pelo investimento do Nobre, mais de 150 milhões de reais. É gloria e alegria para o torcedor palmeirense depois de 22 anos. Agora acho que com dois empates podemos fechar o caixão e por o juvenil para jogar o final do campeonato.”

Cesar Maluco jogou no Palmeiras entre 1967 a 1974. Conquistou duas vezes o Roberto Gomes Pedrosa, fazendo inclusive o gol do título, em 1967, uma vez a Taça Brasil e duas vezes o Campeonato Brasileiro. Foi campeão paulista pelo clube em três ocasiões e esteve na campanha do vice-campeonato da Libertadores em 1968. Marcou 180 gols pelo Verdão e é o segundo maior artilheiro da história do clube.

 

 



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com