CBF confirma árbitro para “tira-teima” entre Flamengo e Santos no Maracanã

Cesar Greco / Divulgação

No próximo domingo, Flamengo e Santos fazem um jogo importantíssimo pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Fora da briga pelo título, o Rubro-Negro carioca quer os três pontos para ultrapassar o rival na tabela, enquanto o Peixe ainda tem chances matemáticas de superar o líder Palmeiras e ser campeão em 2017. A CBF escolheu o goiano Eduardo Tomaz de Aquino Valadão para apitar a partida que está marcada para começar às 17h, no Maracanã.

LEIA TAMBÉM:
Santos define planejamento para 2017 e lista três reforços
Diego MITOU em falar sobre “cheirinho” de vestir a camisa do Flamengo; assista

O juiz é aspirante Fifa e comandou partidas das Séries A, B e C. O último jogo que Valadão participou foi no domingo passado entre Palmeiras x Botafogo, no Allianz Parque, como quarto árbitro. A única vez que ele esteve presente em uma partida do Flamengo, novamente como assistente, aconteceu no dia 16 de outubro, quando os cariocas foram derrotados pelo Internacional por 2 a 1, no Beira-Rio.

Pelo lado do Santos, Valadão foi quarto árbitro no triunfo por 3 a 2 sobre o Vitória, na Vila Belmiro, há 10 dias, e apitou a derrota para o Grêmio por 3 a 2, em Porto Alegre, ainda pelo primeiro turno do Brasileirão.

A partida vale demais também no critério financeiro. O Santos, que ainda briga pelo título, busca a bagatela de R$ 17 milhões destinada ao vencedor. O vice-campeão, que agora passa a ser o objetivo do Flamengo, fatura um total de R$ 10,7 milhões.

A diferença de premiação do segundo para o terceiro colocado no Brasileiro é considerável – a TV Globo, que é a responsável pelo bônus aos ganhadores, dá R$ 7,3 milhões ao terceiro melhor do campeonato, ou seja, uma diferença de R$ 3,4 milhões.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.