Copa do Brasil: quem leva o título, Atlético-MG ou Grêmio?

Inter
Crédito da foto: Divulgação/CBF

Chegou a hora da verdade na Copa do Brasil! 86 times entraram na disputa no começo do ano, mas apenas dois permanecem vivos: Atlético-MG e Grêmio. Além do segundo título mais importante do futebol nacional, está em jogo uma vaga direta na Copa Libertadores da América em 2017. Não faltam motivos para esperar embates épicos entre dois gigantes do futebol brasileiro. A primeira das duas finais acontece já nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Mineirão. A promessa é de um jogo muito movimentado entre dois times de estilos bem diferentes.

Enquanto o Galo é conhecido pela ofensividade e pelo estilo de jogo agressivo, marca da equipe nos últimos anos, o Imortal tem como base uma defesa sólida e que melhorou ainda mais seu desempenho sob o comando do técnico Renato Gaúcho. O Tricolor levou apenas nove gols em 14 jogos sob o comando do novo comandante, contra 41 em 34 partidas quando Roger Machado era o comandante. Foram apenas três gols sofridos nas seis partidas pela Copa do Brasil até então – em confrontos complicados diante de Atlético-PR, Palmeiras e Cruzeiro.

O melhor desempenho na competição veio justamente nas semifinais contra a Raposa – arqui rival do Atlético: a surpreendente vitória por 2 a 0 no Mineirão, mesmo palco da grande final, praticamente garantiu a passagem para a grande decisão. Será que o Grêmio repete um triunfo em solo mineiro e coloca a mão na taça? Se isso acontecer o lado azul de Porto Alegre estará em festa! (alegria maior apenas no rebaixamento do Internacional). Os investidores mundo afora também vão comemorar demais, pois um triunfo gaúcho em Minas rende incríveis R$4,50 para cada real investido no Tricolor segundo dados do Oddsshark.com/br.

Missão que se torna extremamente complicada pelo forte adversário desta quarta-feira: o Atlético-MG possui muito talento no setor ofensivo e não deve passar em branco no Mineirão. Os comandados de Marcelo Oliveira marcaram ao todo 117 gols em 70 partidas disputadas em 2016 e balançaram as redes nos últimos 16 confrontos em que foi mandante. Curiosamente, a última vez que o Galo não marcou gol em casa foi no dia 25 de maio deste ano – derrota por 3 a 0 na 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quem era o adversário? O Grêmio. O Alvinegro que abra o olho!

O time que esteve em campo na ocasião era bem diferente do atual – muitos reforços chegaram de lá para cá. Tanto que o Atlético terá os sentidos desfalques de Fred, que não pode jogar a Copa do Brasil pelo Galo, e o atacante Luan (edema na coxa) e mesmo assim terá um quarteto de respeito à disposição: um trio com Robinho, Cazares e Maicosuel fechando o meio-campo e o matador Lucas Pratto mais a frente. Pode ser que Clayton assuma a vaga do equatoriano – o treinador vai definir o substituto do Menino Maluquinho apenas instantes antes da bola rolar.

Além dos já citados, o Galo terá outros importantes desfalques: o capitão Leonardo Silva, o atacante Carlos,  o meia Dátolo e o volante Rafael Carioca. Marcelo Oliveira deve entrar em campo com Victor; Carlos César, (Marcos Rocha), Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Maicosuel, Cazares (ou Clayton) e Robinho; Lucas Pratto. Um belo time! Se o Atlético confirmar o favoritismo, o Mineirão vai tremer e os investidores dobram o montante inicial (odd de 2,00) segundo o Oddsshark.com/br.

Já o rival Grêmio desembarca em Belo Horizonte com força total! A única dúvida envolvendo o Tricolor era a possível ausência do zagueiro Pedro Geromel, mas presença do zagueiro já foi confirmada pela equipe. O Imortal terá em campo o que tem de melhor – o técnico Renato Gaúcho deve entrar em campo com Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan. Lembrando que o Tricolor poupou a grande maioria dos titulares no duelo do último final de semana contra o América-MG e terá gás renovado para a decisão.

O equilíbrio dos duelos é tão grande que outra possibilidade precisa ser altamente considerada: o empate. O histórico recente das duas equipes mostra isso: o Galo empatou os três últimos jogos como mandante e o Grêmio ficou na igualdade em quatro dos cinco últimos compromissos longe da Arena. Já pensou em um eletrizante 3 a 3? Pode acontecer! Caso gaúchos e cariocas fiquem no empate no Mineirão os investidores faturam R$3,30 a cada real segundo o Oddsshark.com/br – odds bem sedutores! Vai encarar? A hora é agora!