Seleção Argentina deve jogar em estádio temido pelos adversários

Reprodução/Facebook Conmebol

Se tudo ocorrer como planejado, a Argentina poderá atuar em um verdadeiro “alçapão” na próxima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Isso porque, Armando Pérez, presidente do Comitê de Regularização da AFA (Associação de Futebol da Argentina), em informações veiculadas no jornal Olé, garantiu que, se nada mudar, os “hermanos” mandarão o duelo com o Chile no estádio do Boca Juniors, a La Bombonera, conhecida por ser temida entre os adversários.

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO
PRÊMIO TORCEDORES.COM TERÁ SUA 2ª EDIÇÃO EM 2016
CONHEÇA OS FINALISTAS DO PRÊMIO TORCEDORES.COM DE MÍDIA ESPORTIVA

Ainda segundo informações da publicação, a Argentina estaria dividida entre dois estádios, o José Amalfitani, do Vélez Sarsfield, ou La Bombonera, do Boca Juniors, que deve ser a escolha, já que o técnico Edgardo “Patón” Bauza afirmou publicamente gostar da ideia, assim como seus jogadores.

Nesta edição das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo, a Argentina já passou por quatro sedes diferentes. Disputou duas partidas no estádio Monumental de Nuñez, do River Plate, em Buenos Aires, uma em Córdoba, no estádio Mario Alberto Kempes, outra em Mendoza, no Malvinas Argentinas, e a última em San Juan, no Bicentenário. Agora, os comandados de “Patón” poderiam retornar à capital para o confronto contra o Chile.

A Argentina conseguiu se recuperar nas Eliminatórias ao superar a Colômbia na rodada passada pelo placar de 3×0, com direito à grande atuação de Lionel Messi, chegando aos 19 pontos e assumindo a quinta colocação, que não dá vaga direta para a Copa do Mundo, mas permite a disputa da repescagem contra um representante da Oceania.