Amoroso é procurado para assumir cargo de diretor no Guarani, mas recusa

Crédito da foto: Divulgação

Ídolo do Guarani, clube em que foi relevado ao futebol, em 1992, Amoroso recebeu um convite para assumir o cargo de diretor de futebol do clube campineiro, após a saída de Rodrigo Pastana. Porém, recusou devido a outros compromissos profissionais, mais precisamente com o Boca Ratón (EUA), onde é jogador e embaixador da equipe estadunidense no Brasil.

VEJA MAIS
GUARANI DECIDE NÃO RENOVAR COM TÉCNICO CHAMUSCA
VEJA COMO FICOU O GRUPO DO GUARANI NA COPA SÃO PAULO DE 2017

“Para assumir um cargo no Guarani, tem que estar de corpo e alma. No momento seria inviável pelos compromissos que assumi com o Boca Ratón. Mas falei para o Horley (Senna, presidente) que sou imparcial. O que for para o bem do Guarani, pode contar comigo. Vai chegar o momento de ter um cargo, mas não é agora”, disse ele, em entrevista ao Globoesporte.com.

Mesmo com o “não”, Amoroso se comprometeu a ajudar o time de Campinas à distância, arranjando parcerias e contatos do futebol para a diretoria bugrina. O atacante chegou a trabalhar como coordenador da base do Guarani em 2014, mas com a crise financeira que assombrava o clube, deixou a função. Como atleta, atuou entre 1992 e 1995, na primeira passagem, e depois em 2009.

VEJA AS TRANSMISSÕES ESPORTIVAS DA SEMANA NA SUA TV:

VEM AÍ O PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO
Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016
Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.