Aguardando o planejamento de sua equipe na China, Gil pode voltar para o Brasil em 2017

O zagueiro Gil, ex-Corinthians e atualmente jogador do Shandong Luneng, da China, pode estar de malas prontas. Tudo vai depender do planejamento de sua equipe para o próximo ano, e caso a equipe opte por contratar outro estrangeiro, o zagueiro pode perder espaço na equipe, é cogitada até a possibilidade de troca da comissão técnica.

Ficar afastado do futebol não esta nos planos de Gil, então o mesmo procura não criar atrito com a diretoria do Shandong Luneng e aguarda a decisão dos mandatários da equipe. Gil já revelou para amigos que ainda sonha em jogar na Europa e quase se transferiu para o Galatasaray da Turquia, mas a negociação não se concretizou.

LEIA MAIS

Enquete: Qual maior acerto de Tite na seleção brasileira?

Globo comete gafe e erra informação de morte em transmissão do Corinthians

Sozinho e sem a familia na China, sua mulher e seu filho tiveram muitos problemas de adaptação e principalmente alfabetização do filho de Gil, com isso, voltaram para o Brasil e esse é um dos fatores em que faz Gil pensar em retornar ao futebol brasileiro e inclusive já teria revelado para amigos que vê com bons olhos um possível retorno para casa.

Gil é constantemente idolatrado pela torcida do Corinthians na internet, sempre posta nas suas redes sociais fotos acompanhando o Timão, mesmo que de longe. Um possível retorno do zagueiro seria um sonho para torcida corinthiana, o zagueiro voltaria com status de estrela da equipe.

Algo que pode dificultar é o salário hoje recebido pelo jogador, que gira em torno de R$1,2 milhões e também a liberação dos chineses já que Gil ainda tem 3 anos de contrato para cumprir.

A possibilidade de continuar na China, também não é descartada, caso a equipe opte por contar com o atleta na próxima temporada, Gil ficará, acompanhando do seu amigo e fisioterapeuta Bruno Mazzioti, que o acompanha desde os tempos de Corinthians. A intenção do atleta é não ter pausa no seu futebol para não perder a chance de estar na seleção com Tite.