5 vezes que os rivais “chiaram”, mas tiveram que aceitar o Palmeiras líder do Brasileirão

Palmeiras
Crédito de imagem: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O Palmeiras está muito próximo de conquistar o nono título brasileiro. Se confirmar o favoritismo diante da Chapecoense, neste domingo, no Allianz Parque, o Verdão colocará fim a um jejum de 22 anos sem taças da competição nacional e também acabará com as piadinhas dos rivais sobre o assunto.

Aliás, corintianos, são-paulinos e santistas não cansaram de tentar “zicar” o caminho do Palmeiras de Cuca neste Brasileirão, porém a cada rodada o Verdão transformou o Brasileirão de pontos corridos em um torneio mata-mata em que o time de Cuca foi derrubando um por um. Não faltaram argumentos para os rivais colocassem a campanha alviverde em xeque.

A seguir, o Torcedores.com traz, em CINCO ATOS, todas as vezes em que os rivais do Palmeiras tentaram zicar o título brasileiro, mas sem sucesso. Mais, é verdade, por dor de cotovelo do que por argumentos contundentes. Como diz a torcida alviverde nesse momento, “o choro é livre”.

———————————————————————————————————————————————–

1º ATO – PALMEIRAS É CAVALO PARAGUAIO

Cesar Greco / Ag. Palmeiras
Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Será mesmo? O Verdão começou com tudo o Brasileirão e foi líder já na primeira rodada, mas sua dianteira só foi mesmo derrubada no final do primeiro turno, no único lapso em todo campeonato. O Santos foi primeiro por uma única rodada e o Palmeiras retomou a ponta e nunca mais saiu de lá. Já são 28 rodadas como primeiro colocado.

2º ATO – VAI SER IGUAL 2009
Ficar na liderança por muitas rodadas e deixar escapar no fim era uma realidade que o Palmeiras já tinha experiência. Em 2009, o Verdão de Muricy Ramalho decepcionou e não só perdeu o título, como ficou fora da zona de Libertadores. Por isso, os flamenguistas provocavam com o tal do “cheirinho de hepta”. Tentaram agourar, zicar, mas nunca roubaram a liderança do Alviverde, que hoje está a um ponto do título.

3º ATO – VAI GANHAR POR CAUSA DA ARBITRAGEM

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

De fato a arbitragem do Brasil está cada mais ruim e os equívocos nesse Brasileirão foram absurdos. Assim como em todos os anos, é verdade. Ou vai falar que a campanha do Corinthians, em 2015, também não foi marcada por erros do trio? Só que falar que o título do Timão foi ilegítimo por causa disso é ser incoerente. Da mesma forma que duvidar do troféu palmeirense em 2016 é ser ignorante do pior estilo. É só olhar as estatísticas: os números do Verdão são os melhores, e o time é o mais eficiente do campeonato.

4º ATO – É PENTA, E NÃO ENEA
Quando os argumentos acabam, os sujeitos começam a apelar para o que já é legítimo. A CBF já confirmou que o Palmeiras é octacampeão com os quatro títulos do Troféu Roberto Gomes Pedrosa, da década de 1960, acertadamente reconhecidos. Querem falar o quê? Só entrar no site da CBF para conferir, falou?

5º ATO – NÃO TEM MUNDIAL
Para não perder para palmeirense, talvez o último “recurso” seja falar que o clube não tem Mundial, não é? Ou falar que Mundial não vem por fax, não é verdade? Falo mais uma vez: a Fifa reconheceu o Verdão como primeiro campeão mundial interclubes pelo título do Torneio Internacional de Clubes de 1951, ou a popular Copa Rio de 51. Favor entrar no site da Fifa e conferir também, ok? Se dá muito trabalho, é só ver o que Mauro Beting falou a seguir. Valeu!

porco

CAMISAS DO PALMEIRAS



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.