5 jogadores que se transformaram após a chegada de Tite na seleção

Lucas Figueiredo/CBF

Sob o comando de Tite, a seleção brasileira encerrou a temporada 2016 com seis vitórias seguidas nas Eliminatórias da Copa do Mundo e ficou muito perto de garantir matematicamente a vaga ao Mundial da Rússia.

LEIA MAIS:
Peru 0 x 2 Brasil: assista aos melhores momentos do jogo 
Veja os resultados da 12ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas 

É impressionante como a seleção cresceu de rendimento a partir da estreia do técnico Tite em setembro. O time voltou a mostrar consistência defensiva como há muito tempo não se via, e o melhor, um futebol envolvente do meio para a frente. Em seis jogos disputados, foram 17 gols marcados e apenas um gol sofrido.

Veja abaixo 5 jogadores que se transformaram após a chegada de Tite:

1 – Gabriel Jesus – Tite lhe deu as primeiras chances na seleção brasileira e o garoto brilhou sempre jogando como titular. Assumiu a artilharia brasileira nas Eliminatórias, com seis gols. Mostrou grande obediência tática e aperfeiçoou a sua finalização. Torcedores palmeirenses não se conformam como o menino não consegue reeditar as grandes atuações no alviverde. Por que será?

2 – Neymar – Deixou de ser individualista e virou um jogador mais coletivo. O atacante também mostrou melhor comportamento dentro de campo, evitando discutir com adversários e o árbitros. É o vice-artilheiro sob o comando de Tite: três gols em cinco jogos.

3 – Renato Augusto – Voltou a ser aquele velho meia dos tempos de Corinthians, exercendo função tática importante. Muito participativo durante os 90 minutos. Em seis jogos, fez um gol e deu uma assistência.

4 – Philippe Coutinho – Reserva nos dois primeiros compromissos de Tite (vitórias sobre Equador e Colômbia), o meia levou a melhor sobre Willian e conquistou a titularidade a partir da goleada sobre a Bolívia. Deu leveza ao meio-campo brasileiro e aumentou o poder de criatividade do meio-campo. Fez um gol e deu duas assistências. O talentoso meia tem evoluído a cada partida.

5 – Paulinho – O nome mais contestado da primeira lista de Tite. O volante do Guangzhou Evergrande voltou a ser aquele volante vibrante dos tempos de Corinthians. Com bons desarmes no meio-campo e qualidade no apoio ao ataque, Paulinho calou os críticos. É um dos homens de confiança de Tite e dificilmente perderá espaço em 2017.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)