Você viu? Palmeiras e WTorre tiveram novas “rusgas” em jogo contra o Grêmio

Palmeiras
Foto: Cesar Greco / Fotoarena / Divulgação

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, irritou-se com a rígida fiscalização da WTorre em seu próprio camarote no Allianz Parque e decidiu agir. Antes do jogo contra o Grêmio, a diretoria do Verdão pediu a um segurança para que colocasse uma fita para cobrir a câmera instalada no local. A informação procede da reportagem do UOL Esporte, que teve acesso às imagens.

LEIA TAMBÉM:
Cuca detona gramado do Allianz Parque após derrota do Palmeiras para o Grêmio

Eliminação da Copa do Brasil favorece Palmeiras no Campeonato Brasileiro; entenda
Palmeiras pode ser campeão brasileiro antes mesmo do STJD julgar o Fla-Flu; veja como

Por volta das 21h20, ou seja, minutos antes do jogo Palmeiras x Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil, um segurança cobre a câmera com uma fita adesiva. Procurado pela reportagem do UOL Esporte, logo após o empate por 1 a 1 que decretou a queda do Verdão no torneio, Paulo Nobre, por meio de sua assessoria, preferiu não comentar o assunto.

A câmera teria sido instalada pela WTorre por motivos de segurança depois das confusões envolvendo o presidente palmeirense nos corredores do estádio durante jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, em setembro. A construtora, na ocasião, chegou a cogitar um Boletim de Ocorrência (BO) contra Nobre, porém acabou desistindo da ideia.

O entrevero entre Palmeiras e construtora também chegou aos limites do campo. Literalmente! Após a eliminação para o Grêmio, o técnico Cuca detonou as condições do gramado, que recebeu show do italiano Andrea Bocelli na semana passada e apresentava buracos e falhas.

“Acho absurdo um clube como o Palmeiras ter um gramado desses para jogar. Não fomos desclassificados por causa do gramado, mas o pessoal tem de cuidar melhor. Não sei como, não me pergunte, mas está horrível”, avaliou o treinador do Palmeiras.

Vale lembrar que o Allianz Parque é do Palmeiras “oficialmente” nos dias de jogos, em que a organização das partidas no estádio é toda feita pelo clube. Nos outros dias, quem toma conta da arena é a WTorre, “desde que não atrapalhe o Palmeiras”, como explicou o presidente Paulo Nobre em entrevistas recentes.

Uma das condições que a construtora acordou com o Verdão é que a manutenção em todos os setores do estádio deve ser feita pela WTorre, incluindo as condições do gramado. O que vem irritando o clube é a elevada quantidade de eventos na arena, incluindo shows e eventos corporativos. Na semana passada, por exemplo, o Palmeiras jogou contra o Cruzeiro em Araraquara (SP) porque o Allianz estava recebendo espetáculo do cantor italiano Andrea Bocelli.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.