Vice-presidente do Sport dúvida que Corinthians possa pagar multa de Diego Souza

Foto: Divulgação/Sport Club do Recife

A notícia do interesse do Corinthians no meio-campista Diego Souza surgiu na transmissão do SporTV na derrota do alvinegro por 4 a 2 para o Cruzeiro. A revelação logo caiu como uma bomba nos bastidores do Sport e Arnaldo de Barros, vice-presidente do clube, tratou de colocar panos quentes na história, na tarde desta quinta-feira (20).

LEIA MAIS
CORINTHIANS ESPERA JÔ NESTA QUINTA PARA EXAMES E ASSINATURA DO CONTRATO
ROBERTO DE ANDRADE REVELA DETALHES DA CONVERSA QUE SELOU SAÍDA DE TITE DO CORINTHIANS
ASSIM COMO GUSTAVO, ZAGUEIRO DO CORINTHIANS ETERNIZA NA PELE SUA IMAGEM COM NÚMERO DA SORTE

Em entrevista ao UOL Esporte, o mandatário do time pernambucano negou que tenha existido alguma investida no jogador. “Não chegou nada para o Sport. Até duvido da indicação de Oswaldo”, disse. “Oswaldo esteve aqui, é um homem correto. Ele pode admirar o futebol de Diego Souza, mas ele sabe de tudo isso e não iria se queimar fazendo uma indicação dessa”, reclamou o dirigente.

Arnaldo destaca que Diego está feliz no clube pernambucano e lembra que o atleta abriu mão de dinheiro para retornar no início da temporada.”Ele está absolutamente satisfeito no Sport, está ambientado, tem um amor diferenciado pelo clube, largou o Fluminense em uma situação confortável financeiramente, junto dos parentes dele no Rio de Janeiro, na terra onde nasceu, por que iria vir para o Sport. O Diego tem uma situação financeira sedimentada, ele está procurando qualidade de vida, está procurando prazer em jogar, e isso ele tem aqui no Sport”, enumerou o dirigente.

Diego Souza
Foto: William Aguiar/Sport Clube do Recife

“Ele é ídolo, é amado pela torcida, tem uma identificação muito grande. Não vejo a menor possibilidade [dele sair], nem pelo lado dele, nem pelo lado do Sport. Não bastasse essa situação definida por Diego Souza, pessoal, que para mim é a mais importante, nós temos uma segurança jurídica muito grande na contratação porque nós adquirimos 50% dos direitos econômicos do atleta e adquirimos a totalidade dos direitos federativos. Tem uma multa expressiva que eu não creio que nem o Corinthians nem nenhum clube brasileiro tenha disposição para enfrentar. A situação é de absoluta tranquilidade”, complementou Arnaldo de Barros.

De olho no G-6, o Corinthians segue lutando em campo para conseguir uma vaga na Libertadores de 2017. Nos bastidores, o clube corre contra o tempo para montar um time forte. Os atacantes Luidy, do CRB, e Jô, que estava sem contrato, já estão acertadores com o clube.

 



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.