Veja como a imprensa reagiu à eliminação do Corinthians da Copa do Brasil

Corinthians
Crédito da foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O emocionante jogo desta quarta-feira, no Mineirão, terminou com a eliminação do Corinthians da Copa do Brasil. O Cruzeiro, com Arrascaeta inspirado, venceu por 4 a 2 e superou o Timão no placar agregado. A imprensa destacou o atacante cruzeirense e a ineficiência da defesa do alvinegro paulista.

LEIA MAIS
FAGNER SE IRRITA COM ARBITRAGEM E DETONA: “A GENTE IA BATER LATERAL E NÃO TINHA BOLA”
APÓS ELIMINAÇÃO, OSWALDO PROMETE CORINTHIANS MAIS AGRESSIVO POR VAGA NO G6

O Lance! relembrou que Mano Menezes estava cotado para assumir o Corinthians após a saída de Tite para a Seleção Brasileira, porém, o atual técnico do Cruzeiro foi “esnobado” pelo presidente Roberto de Andrade. Para o jornal, “o Corinthians se perdeu cedo nos próprios erros”.

O UOL Esporte diz que o Brasileirão –  e uma eventual classificação para a Libertadores – agora é a única esperança do Corinthians para “para evitar uma temporada marcada por frustrações dentro e fora de campo”.

O Agora São Paulo traçou um paralelo entre eliminações do Corinthians na Copa do Brasil em 2014 e 2016: as duas tomando 4 gols no Mineirão. A diferença é que na derrota para o Atlético-MG, Mano Menezes estava no banco do Timão, enquanto na derrota de ontem, o técnico dirigia o rival azul.

O jornal Estado de Minas, por meio do SuperEsportes, destaca a atuação de Arrascaeta, que entrou logo no início do jogo. “Inspirado, o uruguaio deu assistência para o primeiro gol de Ramón Ábila, sofreu a penalidade máxima convertida pelo centroavante argentino e anotou o quarto gol cruzeirense no triunfo por 4 a 2 que garantiu a classificação às semifinais da Copa do Brasil.”

A Folha de São Paulo e o Estadão se limitam a informar que os três times paulistas que ainda estavam vivos na Copa do Brasil foram eliminados.



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias