Uendel acredita em volta por cima do Corinthians e não teme Maracanã lotado

Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

No desembarque do Corinthians em São Paulo, o lateral-esquerdo Uendel foi o único a se pronunciar após a eliminação alvinegra na derrota por 4 a 2 para o Cruzeiro na Copa do Brasil. O atleta criticou a arbitragem e já projetou o duelo contra o Flamengo, no domingo (23), no Maracanã.

LEIA MAIS
CORINTHIANS ESPERA JÔ NESTA QUINTA PARA EXAMES E ASSINATURA DO CONTRATO
ROBERTO DE ANDRADE REVELA DETALHES DA CONVERSA QUE SELOU SAÍDA DE TITE DO CORINTHIANS
ASSIM COMO GUSTAVO, ZAGUEIRO DO CORINTHIANS ETERNIZA NA PELE SUA IMAGEM COM NÚMERO DA SORTE

“Teve pênalti, teve substituição, a cada escanteio a bola sumia e o Wilton [árbitro] deu apenas 4 minutos de acréscimos. Esse foi o argumento. Ele poderia ter dado um pouco mais. Por isso, nossa reclamação depois do jogo. Você sai de cabeça quente, tem uma declaração mais forte. No pênalti, ele (De Arrascaeta) dá uma valorizada, dobra o joelho, foi um lance polêmico. Mas, como eu disse semana passada, a arbitragem vai acertar e errar. No nosso pensamento errou ontem. Mas, vida que segue, não vamos ficar olhando para arbitragem. Temos sequência para buscar a vaga no G-6”, disse Uendel.

Para o lateral-esquerdo, o momento é de focar na classificação para à Libertadores via G-6 e não deixar que a pressão tome conta do time. “É um jogo importante para nós e para o campeonato. O Flamengo brigando pelo título, nós por G-6. É um jogo bom, que todo mundo gosta de jogar. Vamos erguer a cabeça para ir forte para esse jogo. Tenho total confiança que a gente possa fazer uma boa partida”, comentou.

“O Flamengo no Maracanã é forte e volta ao Rio de Janeiro. A gente sabe tudo que vai acontecer, talvez seja o principal jogo da rodada. Mas estamos tranquilos, porque o jogador que joga no Corinthians está acostumado com esse tipo de pressão”, completou.

O Corinthians é o sétimo colocado no Brasileirão com 48. O time tem mais sete rodadas para conseguir ultrapassar o Atlético-PR e salvar a temporada com uma vaga na Libertadores de 2017.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.