Sem revelar o destino, gerente de time gaúcho confirma venda de Keno para clube da Série A

Keno
Crédito da foto: Divulgação/Santa Cruz

Apesar da má campanha realizada pelo Santa Cruz no Brasileirão 2016, o atacante Keno, um dos destaques da equipe pernambucana, vem despertando o interesse de vários clubes, alguns deles gigantes do futebol brasileiro. Após o Santos, Botafogo e Flamengo terem manifestado o desejo de ter o jogador, o Palmeiras entrou forte na briga pela contratação.

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA 2016: AGENTE REVELA DETALHES DA OFERTA DO PALMEIRAS POR KENO

TITULAR NO FLAMENGO, RÉVER AFIRMA “ESTAMOS A QUATRO PONTOS DO PALMEIRAS”

“QUEM PENSA EM DESISTIR AGORA NÃO DEVE VESTIR NUNCA A CAMISA DO FLAMENGO”, DIZ RÉVER

Ontem, em entrevista ao programa Show dos Esportes da Rádio Gaúcha, João Lock, gerente-executivo do São José de Porto Alegre, clube que detém os direitos federativos de Keno, revelou que o atacante já foi negociado com um clube da Série A do Brasil.

“Nós já fechamos o negócio. O clube pediu que nós não anunciássemos ainda, pois ainda faltam duas assinaturas. É um clube que vai estar na Libertadores de 2017.”

Contratado em 2014 pelo clube da capital Gaúcha, o atacante permaneceu por pouco tempo na equipe e quase não entrou em campo com a camisa do ‘Zequinha’.

“O Keno veio para o São José em 2014, mas ficou pouco tempo conosco. Rapidamente ele se transferiu para o Atlas, do México, e teve um ano muito bom. Quando ele ia retornar para o Brasil, emprestamos ele para a Ponte Preta. Em 2016, emprestamos ele para o Santa Cruz e detemos hoje 100% dos direitos do atleta. (…) Ele jogou três partidas aqui pelo São José e foi embora porque nós já tínhamos algumas promessas de propostas.”

Apesar de não revelar o destino do atacante, Lock confirmou que os gigantes de Porto Alegre, Grêmio e Inter, não entraram em contato com o São José. Além disso, o gerente destacou que o time gaúcho ficará com uma ‘parte’ do atleta.

 “Nós já tivemos sondagens de seis clubes brasileiros, um português e um do Japão. Não tivemos conversas com a dupla Gre-Nal (…) Estamos fechando este negócio e ainda restará um percentual para o São José no futuro. Estamos vendendo 60% e ainda ficando com outros 40%. A gente vai promovendo e desenvolvendo atletas, assim é o São José.



Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.