STJD nega pedido do Figueirense para anulação da partida contra o Palmeiras

Palmeiras
Foto: Luiz Henrique/Divulgação

O Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) rejeitou na tarde desta quarta-feira (19) o pedido do Figueirense para anular a partida com o Palmeiras, ocorrida no último domingo, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. De acordo com a diretoria do clube, a arbitragem cometeu um “erro de direito”, o que possibilitaria a anulação do jogo, mas de acordo com o órgão não houve erro de direito e sim de interpretação. 

LEIA MAIS

5 motivos para acreditar que o Verdão vencerá o Grêmio

Classificar na Copa do Brasil é ruim? Veja as notícias que estão BOMBANDO nesta quarta

Segundo o presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, o árbitro e seu assistente “não interpretaram nenhuma irregularidade no arremesso lateral em questão, interpretando a jogada como normal”, afastando a possibilidade de dolo ao Figueirense. O clube catarinense enviou um vídeo que mostrava a cobrança de lateral do atacante Dudu, afirmando que a bola não teria entrado em campo no lance do gol de Jean.

O presidente ainda afirma que o pedido não apresentou os requisitos necessários para ser deferido, causando assim o arquivamento do caso.

O Figueirense ocupa a 18ª posição e briga para não ser rebaixado, enquanto o Palmeiras segue firme na briga pelo título, com 64 pontos e na liderança do Campeonato Brasileiro.