São Paulo recebe exposição a céu aberto em homenagem a Ayrton Senna

Crédito da foto: Divulgação / Flickr Instituto Ayrton Senna

A cidade de São Paulo vai homenagear os 25 anos do tricampeonato de Ayrton Senna com um verdadeiro museu a céu aberto, espalhado por 11 pontos da cidade. A exposição está programada para acontecer entre 20 de outubro e 11 de novembro.

LEIA MAIS

OPINIÃO: CONCEITO DE ÍDOLO,”AYRTON SENNA
VEJA COMO FOI A PROVA QUE DEU A NELSON PIQUET SEU PRIMEIRO TÍTULO MUNDIAL HÁ 35 ANOS

As esculturas inéditas, assinadas pelo artista Rafael Sanches, poderão ser visitadas nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Viracopos (em Campinas), na sede do Twitter em São Paulo, na FIESP, Esporte Clube Pinheiros, Colégio Rio Branco, e nos shoppings Morumbi, Anália Franco e Eldorado. Também haverá uma obra no Autódromo de Interlagos, onde todas as esculturas devem ficar expostas em seguida, por tempo indeterminado.

“Nos 11 anos de Fórmula 1, tentamos ser fiéis a cada grande momento do piloto. Chegamos ao melhor de Ayrton Senna”, diz Sanches.

O projeto tem a organização do BB Editora e do Instituto Ayrton Senna. Bianca Senna, que participa da curadoria, fala sobre a importância da celebração da memória do tricampeão de F1. “O Ayrton tem uma ligação muito grande com todos os brasileiros e também com a cidade de São Paulo. Os fãs do meu tio sempre pediram um espaço para que pudessem recordar dele e essa é uma homenagem que estamos dedicando para todos que têm um carinho grande pelo Ayrton”, explica.

LIVRO E COLECIONÁVEIS

As comemorações dos 25 anos do tricampeonato de Senna não se resumem ao museu ao ar livre. Também está programado o lançamento de um livro com os “rascunhos” das esculturas expostas na cidade. “Ayrton Senna, um herói moldado de alma, coração e aço!” também reunirá textos explicando o contexto de cada obra.

Os compradores do livro também receberão reproduções em escala reduzida dos itens integrantes da exposição.



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias