Em jogo épico de mais de cinco horas, San Francisco Giants vence Chicago Cubs e sobrevive nos playoffs

Os playoffs da Major League Baseball (MLB) já proporcionaram, em sua história, muitos jogos dramáticos e épicos. E foi o que aconteceu novamente na noite desta última segunda-feira (11/10) em San Francisco, Estados Unidos. San Francisco Giants e Chicago Cubs se enfrentaram pelo jogo 3 da série de divisão da Liga Nacional e proporcionaram um confronto de mais de 5 horas, vencido pelo time da casa pelo placar de 6 a 5.

LEIA MAIS:
MLB JÁ TEM DOIS DOS QUATRO FINALISTAS DECIDIDOS. SAIBA QUAIS SÃO
RELEMBRE 5 PERSONAGENS BRASILEIROS DO MUNDO DOS GAMES

 

Depois de vencer os dois jogos em casa, os Cubs foram a San Francisco para tentar fechar a série melhor de 5 jogos. Seria, na teoria, um jogo de poucas rebatidas e corridas, já que Madson Bumgarner, dos Giants,e Jake Arietta, dos Cubs, são dois dos melhores arremessadores da MLB e estariam nos montinhos arremessando.

Ao contrário da expectativa, os arremessadores sofreram mais do que o esperado, principalmente Bumgarner.  Já na primeira entrada, o melhor arremessador de San Francisco penou muito para eliminar os rebatedores dos Cubs, gastando muito o seu braço. Na terceira entrada, os Cubs finalmente conseguiram tirar o zero do placar. E quem conseguiu feito foi um herói bastante inesperado. Jake Arietta, o arremessador, mandou a bola para o outro lado do muro e deu a liderança de 3 a 0 para os Cubs. O curioso é que o Cubs também viu no jogo 2 um de seus arremessadores mandar a bola para o outro lado do muro.

arietta

Arietta (foto) teve uma partida melhor, mas não conseguiu zerar os rebatedores dos Cubs. Cedeu uma corrida na terceira e uma na quinta entrada, deixando o jogo em 3 a 2 a favor de seu time. A partir da sexta entrada, o técnico dos Cubs Joe Maddon começou a usar o seu bullpen. As coisas estavam indo bem, até que na oitava entrada, o time sofreu nos bastões dos jogadores de San Francisco. Logo de cara, viu a primeira e a segunda base ocupadas. Com isso, Maddon decidiu colocar o seu arremessador que costuma fechar as partidas para jogar, algo não muito comum para a oitava entrada. Aroldis Chapman começou bem com um strikeout, mas na sequência, sofreu uma rebatida tripla que deixou o jogo em 4 a 3 para os Giants. Na sequência, a quinta corrida e a impressão de que a partida acabaria na sequência com 3 eliminações dos Cubs.

Na parte baixa da nona entrada, quando o jogo parecia decidido, o fechador dos Giants entrou para arremessar. Cedeu a primeira base ao jogador dos Cubs antes de, na sequência, sofrer um improvável home run de duas corridas. Na parte baixa da nona entrada, os Giants tiveram a chance de fechar a partida, mas o jogador dos Cubs Albert Amora Jr fez uma defesa inacreditável e impediu que o corredor dos Giants na primeira base avançasse, no mínimo, até a terceira base. Com isso, a partida foi para os innings extras.

A situação ficou complicada para os Cubs, que já estavam quase sem arremessadores para entrar. Mike Montgomery, a penúltima opção,foi bem na nona e na décima entrada, conseguindo seis eliminações. O bullpen dos Giants, com mais opções, também foi bem e não cedeu nenhuma corrida. Foram mais 4 entradas sem nenhuma corrida, até que na parte baixa da décima terceira entrada, Brandon Crawford conseguiu uma rebatida dupla para abrir a sequência e Joe Panik conseguiu impulsionar a corrida da vitória na sequência. Palcar final 6 a 5, depois de mais de 5 horas de partida. Os time voltam a se enfrentar em San Francisco nesta terça-feira (11/10), a partir das 21:30 da noite do horário de Brasília. a partida terá transmissão dos canais ESPN

 



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.