Presidente do Grêmio bate o martelo: Gre-Nal será com titulares em campo

Grêmio
Foto: Divulgação Grêmio

Se o presidente falou, está falado. O Grêmio usará sua força máxima no próximo domingo, na Arena, para o clássico Gre-Nal 411. Em entrevista logo após o sorteio dos mandos da semifinal da Copa do Brasil, Romildo Bolzan revelou que todos os titulares que estiverem disponíveis serão utilizados. Ele ainda disse que “mais para frente” há a possibilidade do uso de reservas.

LEIA MAIS:

Ídolo do Grêmio, Danrlei comenta possível rebaixamento do Inter

O assunto tomou forma nos últimos dias já que o Grêmio não esconde que prioriza a Copa do Brasil – e a possibilidade de voltar a ganhar um grande título. Prova disso é que o técnico Renato Gaúcho não escalou titulares no último jogo pelo Brasileirão. Mesmo com um time bastante mexido, o Grêmio segurou um empate em 1×1 contra o Santos na Vila Belmiro.

“Não tem isso (de time alternativo). Podemos até ter no meio do caminho, como tivemos contra o Santos, e achamos que fomos bem com os reservas, mas a ideia é jogar o Gre-Nal com o time titular. Mais na frente, talvez, podemos trabalhar essa ideia. As duas próximas partidas não tem time alternativo”, garantiu Bolzan.

Depois de enfrentar o Inter no próximo domingo, o Grêmio volta a pensar na Copa do Brasil e desafia o Cruzeiro, em Belo Horizonte, na quarta-feira. O jogo é válido pela ida da semifinal do torneio e a volta será disputada no dia 2 de novembro, em Porto Alegre. O dirigente voltou a falar na importância de um “grande título” para o time.

“Não estamos abrindo mão do G6, mas também temos que dizer que temos duas situações importantes. Ganhar um título importante que há 15 anos o Grêmio não ganha. Nossa última Copa do Brasil foi em 2001. E a segunda, é dar esse título para a torcida para que ela possa festejar e tenhamos a nossa autoestima reconquistada. Para nós, é importantíssimo, não chega a ser prioridade absoluta, mas é uma prioridade fazer o melhor campeonato na Copa do Brasil”, declarou.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.