Mercado da bola: Palmeiras tem contrato firmado com jogador “reprovado” nos rivais

Raphael Veiga chega ao Palmeiras após o Campeonato Brasileiro. Foto: Giuliano Gomes / PR Press

Você já conhece Raphael Veiga? Não? Ora então comece a se informar melhor, torcedor palmeirense, porque o clube está muito próximo de anunciar o meia de 21 anos, revelação do Coritiba, para a próxima temporada. De acordo com reportagens do GloboEsporte.com e do UOL Esportes, a jovem promessa estaria acertada com um contrato de cinco anos com o Palmeiras. Além do período de vínculo, os salários de Veiga já estariam acertados e o desfecho só depende da assinatura e dos exames médicos que o jogador irá fazer após o término do Campeonato Brasileiro.

LEIA TAMBÉM:
Você viu? Palmeiras e WTorre tiveram novas “rusgas”, agora em jogo contra o Grêmio

Mercado da bola: Palmeiras e Flamengo disputam a contratação de Bernard para 2017
Mercado da bola: Palmeiras demonstra interesse em Juninho, zagueiro do Coritiba

O Palmeiras já sinalizou que estaria disposto a pagar a multa rescisória de R$ 9,7 milhões por 60% dos direitos econômicos do jogador, que tem contrato com o Coxa até o fim de 2017. Assim o clube paulista daria uma espécie de “chapéu” em outros clubes grandes do Brasil que andaram sondando Veiga, como Grêmio, Internacional e Flamengo.

Outro time que disputou a contratação do camisa 20 do Coxa foi o Corinthians, porém a decisão do pai do jogador e o projeto do Palmeiras foram mais vantajosos. Mas você sabia que o Timão estaria tentando trazer um jogador que rejeitou no passado?

HAJA HISTÓRIA

Natural de São Paulo, do bairro do Tatuapé, Zona Leste da capital, Raphael Veiga tinha um sonho primeiramente de virar goleiro, mas foi reprovado em um teste no clube de Parque São Jorge. Poucas semanas depois, ele retornou à escolhinha do Corinthians, agora como jogador de linha e passou no teste. À época, Raphael jogou ao lado do zagueiro Marquinhos, hoje no PSG e titular da seleção brasileira.

Depois de dois anos, ele foi dispensado pela baixa estatura. Na sequência, dirigiu-se ao São Paulo, mas acabou ficando de fora também do elenco tricolor, muito pela distância e pelo alto custo de deslocamento para sua casa.

Em 2010, Raphael Veiga entrou para o já extinto time do Pão de Açúcar, hoje Audax, onde foi promovido ao time titular de Fernando Diniz com apenas 17 anos. O clube de Osasco acabou ficando com 40% do passe do atleta. Em 2013, o Coritiba o levou ao Couto Pereira, mas primeiramente o atleta ficou nas equipes de base do clube.

Em 2016, todavia, Veiga se tornou um dos principais jogadores na criação do Coritiba. Peça fundamental no esquema tático de Paulo César Carpegiani, ao lado de Juan, o camisa 20 ganhou espaço em julho e não saiu mais do time. Até aqui, ele marcou dois gols (e deu mais três assistências em um total de 19 jogos) pelo clube, ambos pelo Brasileirão, onde a equipe luta para permanecer na Série A.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.