Ídolo do Grêmio, Danrlei comenta possível rebaixamento do Inter

Grêmio
Foto: Divulgação/Grêmio FBPA

Poucos ex-jogadores do Grêmio conseguiram incorporar a rivalidade Gre-Nal como Danrlei. Em quase 600 partidas pelo Grêmio entre a década de 90 e o início dos anos 2000, o camisa 1 gremista era uma atração à parte nos clássicos, quando, não raro, se envolvia em confusões e fechava a meta com grandes defesas. Atual deputado federal pelo Rio Grande do Sul, ele concedeu entrevista à Bandeirantes e falou sobre os momentos de Grêmio e Inter.

LEIA MAIS:

Palmeiras x Grêmio: saiba como assistir ao vivo na TV

VÍDEO – Seijas “surta” na comemoração do gol da vitória sobre o Flamengo

Sobre o ex-clube, Danrlei se posicionou sobre a questão de poupar jogadores e priorizar uma competição. Ele lembrou que no seu tempo o clube priorizava todos os jogos e essa era a principal receita do sucesso.

“Eu tive oportunidade de participar de três das quatro conquistas do Grêmio na Copa do Brasil. Inclusive me firmei como titular a partir do título de 1994 (…) No nosso tempo não tinha isso de priorizar essa ou aquela competição. Nos priorizávamos o jogo seguinte. Sabíamos que mesmo que algum atleta não jogasse uma partida, quem entrava dava continuidade na força máxima. Por isso que em alguns anos ganhamos mais de um título na mesma temporada”.

No próximo domingo, o clássico Gre-Nal 411 promete agitar o Rio Grande do Sul. As duas equipes, separadas por momentos opostos, se enfrentam na Arena. O ex-goleiro acredita no favoritismo do Grêmio.

“O momento do Grêmio é infinitamente melhor. Inclusive na parte psicológica. Eu participei de um momento muito difícil no Atlético-MG, onde pude ajudar a equipe a não cair de divisão. A questão é saber como os jogadores do Grêmio vão lidar com esse momento difícil do outro lado. Isso dará o rumo do jogo”.

Grêmio campeão ou Inter rebaixado? Com a palavra, Danrlei:

“O Grêmio ganhar títulos, eu sei que vai ganhar de novo. É um grande clube e tem uma camisa muito forte. O Inter rebaixado não tem preço. Não vou dizer que eu torço, mas com certeza, pra nós gremistas, isso vai ser maravilhoso. Vai. Não tem jeito”, brincou.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.