Fifa produz documentário sobre os 10 anos do título mundial do Inter

Inter
Reprodução/Fifa - YouTube

No “aniversário” de 10 anos do maior feito da história do Inter, a TV Fifa resolveu homenagear o clube e preparou um documentário sobre a conquista colorada no Mundial de Clubes de 2006. A entidade esteve em Porto Alegre no mês de setembro e colheu depoimentos de alguns participantes do feito, como Ceará, Alex e Iarley. O material já está disponível para ser assistido.

 

Na gravação, Ceará aparece inicialmente falando da adaptação colorada ao Japão, palco da edição de 2006 do Mundial de Clubes. O jogador colorado, que em 2016 retornou ao clube, lembrou as dificuldades com o clima, o horário e até mesmo a culinária local. Na sequência, os jogadores citaram as dificuldades na partida de semifinal contra o Al-Ahly, do Egito.

Visivelmente nervoso em campo, o Inter não conseguiu jogar ao natural e teve imensas dificuldades para bater o desconhecido time africano. Ainda no primeiro tempo, Alexandre Pato abriu o placar para os gaúchos, mas o empate veio no início da etapa final. De cabeça, após escanteio cobrado por Ceará, Luiz Adriano fez o gol da vitória e do alívio colorado.

“Era um grupo muito forte, que se completava. Tinha o Ceará que era muito forte na direita, na esquerda o Rubens Cardoso, muito forte no apoio. Tinha o Fernandão com a liderança dele, os meninos criados na base do clube como o Pato, o Luiz Adriano… Índio e Fabiano Eller na zaga”, relembrou Iarley.

No documentário, Ceará revelou que ter marcado Ronaldinho Gaúcho na final do Mundial foi o “maior momento” da sua carreira. Até hoje o lateral é lembrado pela partida em que “parou” o então melhor do mundo. A Fifa também ouviu os atuais jovens jogadores do Inter, formados no clube, como William e Rodrigo Dourado, que relembraram como se sentiram vendo o Inter campeão do mundo em 2006.

Clique AQUI e assista o documentário sobre o título do Inter.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.